Conceito.de

Conceito de rosácea

O termo rosácea é usado no âmbito da arquitetura para dar nome às janelas com forma circular que evidenciam ornamentações. O conceito também é usado para denominar os adornos circulares que se penduram num teto.

As rosáceas foram um elemento bastante importante para a arquitetura gótica, sendo usados nas fachadas de uma grande quantidade de igrejas. A arquitetura românica também fez uso destes elementos; porém, neste caso, costumam-se apreciar nos sectores laterais dos edifícios.

O objetivo principal da rosácea é favorecer a iluminação das igrejas, já que permite que entre/passe a luz natural à construção. Os arquitetos também se decantavam pela colocação de rosáceas para criar efeitos de luz sobre os altares.

A rosácea, por outro lado, podia ter diversos valores simbólicos. Desta forma, a sua inclusão num templo podia representar Jesus Cristo (pela sua relação com os raios solares que projeta) ou a Virgem Maria (por apresentar uma estrutura similar à das rosas).

A Catedral de Notre Dame, igualmente conhecida como Catedral de Nossa Senhora de Paris, é um dos templos mais famosos do mundo que inclui rosáceas entre os seus elementos arquitetônicos. Este emblemático edifício, visitado por milhares de pessoas todos os anos, dispõe de duas rosáceas.

A abertura em formato circular que existe no tampo de alguns instrumentos de corda como o violão (guitarra acústica), qual muitos conhecem como “roseta”, também é conhecida por alguns como “rosácea”, mas os termos costumam ser mais usados para descrever o desenho ao redor dessa abertura. Cada fabricante de instrumento possui um tipo exclusivo de roseta/rosácea.

No Brasil, a rosácea é a denominação de um problema de pele que acomete homens e mulheres, especialmente com idade entre os 30 até os 50 anos. Contudo, esse é um problema que tende a ser mais frequente nas mulheres.

Outra coisa sobre esse problema é que ele causa vermelhidão na pele, mas pode também causar pequenos inchaços vermelhos e com pus. Muitas das vezes pode ser confundido com a acne, mas ambos são problemas distintos.

Caso a rosácea não seja tratada o quanto antes, então ela pode evoluir com o tempo. O tratamento pode variar de pessoa para pessoa, logo, deve-se consultar um dermatologista (especialista no tratamento e prevenção de doenças de pele) para que ele realize o diagnóstico e, assim, o devido tratamento.

A vermelhidão causada pela rosácea é também conhecida como eritema facial e é comum que ela acometa mais áreas como bochecha, nariz, testa e queixo.

Outros sintomas desse problema incluem sensibilidade, ressecamento na pele e também ardência, em alguns casos. E ainda há casos onde vasinhos sanguíneos se tornam mais aparentes.

Por fim, existem casos também (especialmente em homens) em que a rosácea cause alargamento no nariz, uma vez que a pele ali, em certos casos, pode ficar mais espessa.