Conceito.de

Conceito de stock

Stock é um termo de origem inglesa que, no nosso idioma, se refere à quantidade de bens ou produtos de que dispõe uma organização ou um individuo num determinado momento para o cumprimento de certos objetivos.

A noção pode estar associada a um inventário (o documento no qual fica registada e ordenada a totalidade das mercadorias que se armazenam) ou as existências (os bens disponíveis que tem uma firma para a sua exploração comercial).

Exemplos: “Lamento, mas não temos esse produto em stock”, “Não te esqueças de telefonar ao fornecedor para trazer mais resmas, pois temos poucas em stock”, “A produção da empresa cresceu muito e, ao mesmo tempo, baixaram as vendas; por isso, o stock aumentou”.

Vejamos uma situação simples para compreender o que se entende por stock. Uma empresa consagra-se à distribuição grossista de vinho, que adquire de forma direta às caves produtoras. O seu stock será determinado pelas diferentes garrafas de vinho que armazena no depósito e na sua loja. Se ficar sem garrafas de um vinho em particular, poderá dizer-se que ficou sem stock do produto em questão.

Existem ainda muitas lojas que fazem uso desse termo no nome, podendo ser lojas de distintos segmentos.

No entanto, em países como o Brasil o termo mais usado é “estoque” que seria uma tradução do termo em inglês “stock”. Nesse caso, o termo ganha ainda várias outras aplicações, por exemplo, uma pessoa pode falar que irá estocar comida para quando chegar o inverno ou mesmo num momento em que o país enfrenta algum tipo de crise.

Ponta de estoque ou ponta de stock é quando são comercializados produtos que já saíram de linha ou que já saíram da moda, por exemplo. Nesse caso, peças de vestuário da coleção passada pode ser classificada como ponta de estoque.

Mas, nos dias atuais, o termo ganhou um sentido voltado mais para produtos remanufaturados, com algum defeito de fábrica, etc., no entanto não sendo algo que interfira na usabilidade do item.

Em inglês, stock também se refere às ações ou aos valores. Por isso, dá-se o nome de stock exchange à bolsa de valores. Assim, um stock (ação) é um título adquirido por um investidor e que faz dele o dono de uma fração da empresa, pois adquirir um stock é como adquirir uma parcela da empresa. E esse investidor terá agora essa fração dos lucros e dos ativos da empresa qual adquiriu esse stock, mas de acordo com a quantidade de ações que possui.

Investidores adquirem ações porque acreditam que com o tempo elas se valorizarão e, assim, eles terão lucros ao vende-las depois. Para investir em ações é necessário ter um conhecimento aprofundado sobre o assunto, além de também conhecer bem a empresa da qual pretende adquirir ações, entre outros.

Stock car, por último, é um automóvel fabricado em série que é usado em competições desportivas. A National Association for Stock Car Auto Racing (NASCAR) é a categoria mais popular deste tipo embora atualmente sejam usados veículos modificados e não “de fábrica”.