Conceito.de

Conceito de tríptico

Um tríptico é uma tábua em que escreviam os antigos e que se dobrava em três. Também é um quadro pintado constituído por três folhas ligadas por dobradiças para se poder fechar ou ter de pé. Enquanto impresso dobrado em três partes, as páginas laterais podem dobrar-se sobre a do meio. É habitual que os trípticos, seja em placas de madeira, metal, marfim ou outro material, estejam decorados com relevos.

As tábuas que constam de duas folhas conhecem-se pelo nome de dípticos, ao passo que aquelas que têm mais de três folhas recebem o nome de polípticos. Os trípticos eram muito habituais entre os Romanos, que os consideravam artigos de luxo. Entende-se por consulares os dípticos ou trípticos que ofereciam os cônsules do império aos seus amigos em forma de gratificação.

A noção moderna de tríptico está associada a qualquer publicação (ou impresso) de três folhas, cujas duas páginas laterais se podem dobrar sobre a do centro. Os trípticos são bastante habituais para o desenvolvimento de catálogos publicitários ou de materiais divulgativos, para fins informativos, promocionais ou publicitários.

Os trípticos comerciais são os folhetos informativos que se podem dobrar em três partes e que costuma ter dimensões semelhantes a uma página de tamanho carta (letter). Estes trípticos são entregues para a promoção de eventos e é comum que se organizem da seguinte forma: na parte frontal, consta a informação sobre o evento (data, local, etc.) e a instituição que o organiza; nas três partes do centro, consta o detalhe dos convidados, dos participantes e os conteúdos das actividades; na parte de trás, por fim, são mencionados os dados para a inscrição e o contacto para solicitar mais informações.

Existem também os trípticos digitais, que são documentos informáticos com uma disposição semelhante aos impressos físicos (em papel).

Citação

Equipe editorial de Conceito.de. (16 de Novembro de 2012). Conceito de tríptico. Conceito.de. https://conceito.de/triptico