Conceito de WiFi


Jul 17, 13

WiFi, igualmente conhecido como Wi-Fi, é uma marca depositada da Wi-Fi Alliance (uma organização que adopta e certifica os equipamentos que obedecem aos padrões 802.11 das redes de área local sem fios). A Wi-Fi Alliance era conhecida pelo nome de WECA (Wireless Ethernet Compatibility Alliance) até 2003.

O objectivo da marca WiFi é incentivar as ligações sem fios e facilitar a compatibilidade dos diferentes equipamentos. Todos os produtos com conexão WiFi têm certificada a sua interoperabilidade.

A denominação WiFi foi criada pela agência Interbrand, igualmente responsável pelo desenvolvimento de termos como Prozac e Compaq. A intenção da WECA era pensar num nome que fosse fácil de lembrar/recordar. Com o tempo, muitos associaram WiFi a Wireless Fidelity (“fidelidade sem fios”).

Actualmente, os standards certificados pela WiFi são bastante populares em todo o mundo. Este crescimento ameaça a disponibilidade do espectro radioeléctrico, principalmente quando as ligações devem ser feitas a mais de 100 metros de distância (o que aumenta o risco de interferências).

Um dos principais defeitos atribuídos à ligação WiFi é a sua pouca segurança. Existem, no entanto, diversos protocolos de encriptação que permitem codificar a transmissão dos dados e garantir a sua confidencialidade.

A infra-estrutura de uma conexão inclui pontos de acesso (emissores remotos), routers (que recebem o sinal que emite o operador de telecomunicações) e dispositivos de recepção (cartões USB, PCI ou PCMCIA).

A popularidade do WiFi permite que qualquer pessoa que tenha um computador portátil com o cartão correspondente possa entrar numa grande quantidade de hotéis ou de restaurantes e conectar-se à Internet com o seu próprio equipamento.