Conceito de música




Jun 24, 11 Conceito de música

Mousikē é um conceito grego que significa “a arte das musas”. E, deste, deriva a palavra música, que define a arte de organizar sensível e logicamente uma combinação coerente de sons e silêncios. Para isso, são usados os princípios fundamentais da melodia, a harmonia e o ritmo.

Enquanto manifestação artística, a música é um produto cultural que procura suscitar uma experiencia estética no ouvinte. Também constitui um estímulo no campo perceptivo do homem, uma vez que pode assumir várias funções, como é o caso do entretenimento, do ambiente criado ou da comunicação.

A música, como dizíamos acima, é composta por dois elementos básicos, que são os sons e os silêncios. O som é a sensação captada pelo ouvido, através das variações de pressão produzidas pelo movimento vibratório dos corpos sonoros e que se transmitem pelo ar. A ausência do som é o silêncio, o qual nunca é absoluto, tendo em conta a existência da atmosfera.

O som engloba quatro parâmetros fundamentais: a altura (o resultado da frequência produzido por um corpo sonoro, que determina se o som é grave ou agudo), a duração (o tempo que duram as vibrações que produzem um som), a intensidade (a força com que se produz um som, representada pela amplitude) e o timbre (a qualidade que permite distinguir entre os diferentes instrumentos ou vozes).

A organização da música, por sua vez, depende de vários aspectos, entre os quais destacaremos a melodia (o conjunto de sons que soam de forma sucessiva e que são percebidos com uma identidade e sentido próprio), a harmonia (que regula a concordância dos sons e cuja unidade básica é o acorde) e o ritmo (a pauta de repetição dos sons e silêncios).