Conceito de pictograma


Mai 01, 15

Os pictogramas são sinais que, através de uma figura ou de um símbolo, permitem desenvolver a representação de algo. Certos alfabetos antigos foram criados em torno de pictogramas.

Na pré-história, o homem registava diversos acontecimentos através de pictogramas. As figuras que aparecem nas pinturas rupestres, por exemplo, podem considerar-se como pictogramas. No desenvolvimento da escrita, por conseguinte, os pictogramas foram essenciais.

Dos desenhos que, por semelhança, representavam alguma realidade, o ser humano passou a criar símbolos mais complexos que transmitiam pensamentos (os chamados ideogramas). O avanço da abstracção chegou com o desenvolvimento da escrita cuneiforme, cujos símbolos não representavam só palavras específicas, pois também eram associados a um som.

Hoje em dia, os pictogramas são usados para transmitir uma mensagem de compreensão imediata. Estes símbolos devem ser claros e precisos, para que a pessoa os possa compreender apenas olhando para eles. Os pictogramas, deste modo, dispensam detalhes ou ornamentações junto da mensagem.

Os pictogramas ajudam a eliminar as barreiras dos idiomas, uma vez que são compreensíveis a nível universal. Por isso, costumam ser usados como sinais, dando informação de utilidade ou fazendo advertências.

A imagem (tabuleta) de uma faca e de um garfo, ou de um garfo e de uma colher, é um pictograma que faz referência a um restaurante. Num sentido semelhante, o desenho de uma pessoa numa cama está relacionado com um centro de saúde. Trata-se de pictogramas cujas mensagens podem ser entendidas por pessoas de qualquer país, independentemente das línguas que falarem.