Conceito de surrealismo


Dez 11, 12

O surrealismo é um conceito que provém do francês surréalisme. Trata-se de um movimento literário e artístico que procura transcender o real a partir do impulso psíquico do imaginário e do irracional.

O dadaísmo (que se opôs à razão positivista e se revelou contra as convenções literárias burguesas) é o antecedente imediato do surrealismo, cujo primeiro manifesto foi assinado pelo poeta e crítico literário francês André Breton em 1924.

Os surrealistas procuram a verdade através de escrituras automáticas onde se omitem as correcções racionais. Os escritos surrealistas têm por base a utilização de imagens para exprimir emoções.

O termo surrealismo foi alcunhado por Guillaume Apollinaire em 1917, quando o usou no âmbito do programa que escreveu para o musical “Parade”. Com o passar dos anos, a noção foi evoluindo, vindo a sofrer várias alterações.

O surrealismo, para além da sua aparência irracional, adquiriu consciência política a partir de 1925, quando estalou a guerra de Marrocos. Breton, com efeito, aderiu ao Partido Comunista (PC).

Houve, no entanto, conflitos entre aqueles que defendiam que o surrealismo devia ser um movimento puramente artístico e aqueles que impulsionavam uma volta do movimento para a esquerda revolucionária.

Relativamente ao aspecto artístico, uma das principais inovações do surrealismo foi a técnica do cadáver esquisito, que consiste na criação colectiva de um conjunto de imagens ou textos. Um artista inicia uma obra e passa-a para outro artista, o qual, por sua vez, a continua sem saber ao certo o que fez o criador anterior, e assim consecutivamente.