Conceito.de
Conceito de

Animais domésticos

Animais domésticos, que também são conhecidos com animais domésticos, são aqueles que fazem companhia às pessoas. No entanto, há pessoas que pretendem que esses animais desempenhem funções específicas dentro de casa (por exemplo, para guardar/vigiar a casa e impedindo que entrem intrusos/estranhos).

animais domésticos
Os animais domésticos vivem junto aos humanos, convivendo com eles no dia a dia

Um animal doméstico faz parte de uma espécie que se habituou a viver com o ser humano. Por norma, estes animais são adoptados ou comprados pelas pessoas para compartirem a vida com elas na casa de família.

Se você tem apenas alguns segundos, leia estes pontos chave:
  • Os animais domésticos se caracterizam pela capacidade de adaptação ao convívio com seres humanos e dependência de cuidados.
  • Esses animais possuem temperamentos mais dóceis e são treinados para a realização de tarefas específicas, diferentemente dos animais selvagens.
  • A domesticação de animais teve início durante o período Neolítico, visando obter carne, leite, ovos, lã e ajuda no trabalho agrícola.
  • O termo "pet" é usado para designar um animal de estimação em geral, independentemente do seu tamanho ou tipo.

Conceito de animais domésticos

Aos seres vivos que pertencem ao reino Animalia chama-se-lhes de animais. Trata-se de um grupo bastante amplo do qual faz parte o próprio ser humano e cujos integrantes compartem características como ter mobilidade própria (ao contrário das plantas), reproduzir-se sexualmente e consumir oxigénio.

O adjetivo doméstico, por outro lado, diz respeito àquilo ou àquele que pertence a um lar. Quando o termo é aplicado a um animal, faz referência ao exemplar cuja criança se desenvolve em companhia de pessoas. Isto permite fazer a distinção entre os animais domésticos e os animais selvagens.

Convém destacar que alguns animais são domésticos porque, no seu desenvolvimento histórico enquanto espécie, se adaptaram a conviver com os humanos e apresentam características bastante diferentes daquelas que apresentam os animais selvagens. As ovelhas, os cavalos, as galinhas e as vacas, entre muitas outras espécies, pertencem ao conjunto dos animais domésticos. No entanto, as espécies mais representativas são aquelas que convivem com as pessoas no seio da casa, como os cães e os gatos.

Diferença dos animais domésticos e selvagens

Os animais domésticos se caracterizam pela capacidade de adaptação ao convívio com seres humanos. Outra característica deles é a sua dependência em relação ao cuidado humano para sobreviverem: animais como cães e gatos domésticos precisam ser alimentados pelos humanos que os criam, por exemplo, assim como deles recebem os cuidados de saúde necessários (como vermifugação e vacinação).

Esses animais possuem temperamentos mais dóceis e são treinados para a realização de tarefas específicas, como pastorear, caçar ou servir como animais de companhia. O que diferente dos animais silvestres (selvagens), que mantém seu comportamento e realizam caças para sua alimentação.

Além disso, os animais silvestres são protegidos e muitas espécies são proibidas de serem comercializadas.

No entanto, com a domesticação, esses animais perderam algumas características e habilidades que eram essenciais para sua sobrevivência na natureza. Um exemplo comum é a capacidade de defesa de forma ativa contra predadores, assim como a habilidade de encontrar água e alimento em ambientes naturais.

Além disso, muitas vezes esses animais sofrem com problemas de saúde relacionados à sua reprodução seletiva, como problemas respiratórios, articulares e cardiovasculares.

Reprodução seletiva ou seleção artificial é quando os seres humanos escolhem as características desejáveis nos animais, ao invés de permitirem que a espécie evolua e mude pouco a pouco sem a sua interferência.

Começo da domesticação de animais

conceito de animais domésticos
Cães e gatos estão entre os primeiros animais a serem domesticados

A domesticação de animais teve início durante o período Neolítico, em 7000 a.C. até 2500 a.C., quando as pessoas abandonaram a caça e a coleta de alimentos e se tornaram agricultoras.

Conforme os humanos começaram a se estabelecer nos assentamentos permanentes, eles passaram a criar animais para terem carne, leite, ovos e lã, assim como para terem ajuda no trabalho agrícola, como arar o solo e transportar cargas.

Dentre as primeiras espécies de animais domesticados estão os cães, as ovelhas, as cabras, os porcos e o gado. Desde então, a domesticação de animais se converteu numa prática comum em todo o mundo, com várias outras espécies domesticadas com distintos objetivos.

Pet e animais de estimação

O termo “pet” é usado também quando se deseja designar um animal de estimação. E a origem de tal termo é da Inglaterra. Por volta de 1530, se usava “petty” para se referir a um animal preferido.

Ao longo dos anos, se tornou mais popular para designar os animais de estimação em geral, independentemente do seu tamanho ou tipo. Hoje em dia, “pet” é um termo usado em todo o mundo quando se quer falar de animais como cães, gatos, periquitos, tartaruga, canário, coelho, iguana, furão e mais.

Citação

Equipe editorial de Conceito.de. (10 de Outubro de 2014). Atualizado em 21 de Abril de 2023. Animais domésticos - O que são, conceito e definição. Conceito.de. https://conceito.de/animais-domesticos