Conceito.de

Conceito de arrepiante

O adjetivo arrepiante é usado para qualificar o que arrepia: ou seja, estremece, horroriza ou provoca espanto. O arrepiante gera calafrios e arrepia a pele.

Por exemplo: “Os terroristas islâmicos divulgaram um vídeo arrepiante no qual você pode ver como eles decapitam três homens que sequestraram”, “O jogador de futebol nigeriano sofreu uma lesão arrepiante no jogo da noite passada”, “Um terremoto arrepiante causou milhares de mortes no País da América Central”.

Algo é arrepiante quando causa medo ou perturbação. Em geral, situações ou imagens que aterrorizam são assim qualificadas. Muitos filmes de terror, para citar um caso, apresentam cenas que são mencionadas como arrepiantes pelos telespectadores ou pela crítica devido às suas características (já que são extremamente sangrentas, mórbidas, etc.).

Existem fenômenos naturais que também são sinalizados como arrepiantes porque as pessoas não podem fazer muito para se protegerem. Um terremoto ou furacão se torna arrepiante quando destrói casas e infraestruturas e deixa vítimas mortais.

Nos meios de comunicação de massa o uso deste adjetivo é frequente. Certos crimes recebem esta qualificação quando os responsáveis são especialmente cruéis ou quando as vítimas estavam indefesas. O assassinato de um bebê recém-nascido é, sem dúvida, um acontecimento arrepiante, assim como o estupro coletivo de uma mulher de 90 anos.