Conceito.de

Conceito de astenosfera

O termo astenosfera não faz parte do dicionário da Real Academia Espanhola (RAE). O conceito é usado para nomear a camada do manto terrestre localizada entre duzentos e cinquenta e seiscentos quilômetros de profundidade, abaixo da área chamada litosfera.

A astenosfera é composta por materiais semissólidos e sólidos. Acima, flutua a litosfera, uma camada rígida composta do setor externo do manto e da crosta terrestre. Desta forma, o movimento das placas tectônicas ocorre na área da astenosfera.

O estado de equilíbrio chamado isostasia (que é obtido a partir das diferentes densidades das partes que compõem a superfície da Terra) e a deriva continental (o fenômeno causado pelas massas dos continentes quando em movimento) são possíveis graças à existência da astenosfera, onde os movimentos são desenvolvidos por convecção.

Outra característica da astenosfera é que promove a renovação e a expansão do fundo do oceano. Isso porque sua composição é basalto, uma rocha ígnea que, através de um processo de extrusão, flui através das cristas oceânicas. Quando se encontra com o continente, a matéria afunda e passa por baixo, retornando ao fundo do oceano e fundindo-se no seio da astenosfera por subducção.

É importante mencionar que, para alguns cientistas, a astenosfera não existe realmente. Há especialistas que afirmam que a deriva continental é produzida por um movimento solidário da crosta com o manto, enquanto a isostasia se desenvolveria entre a parte externa do núcleo da Terra e a parte interna do manto.