Conceito.de

Conceito de atemporal

O adjetivo atemporal, que também pode ser mencionado como intemporal, alude àquilo que está além do tempo (a magnitude da física que é usada para instituir uma ordem em uma série de eventos e que permite estabelecer a existência de um presente, precedido por um passado e seguido de um futuro).

O atemporal, portanto, é aquilo que não está ligado às leis do tempo. Por exemplo: “As composições deste músico são atemporais, nunca perdem a sua validade”, “Charles Chaplin criou um humor atemporal que ainda cativa pessoas de todo o mundo”, “Minha ambição como designer é desenvolver uma moda atemporal”.

Muitas vezes é dito que uma pessoa é “atemporal” quando seu legado permanece em vigor mesmo com a passagem do tempo. O adjetivo geralmente se aplica a artistas que, apesar das mudanças de estilo e interesses, desfrutam de reconhecimento contínuo ao longo de sucessivas gerações.

Wolfgang Amadeus Mozart, por exemplo, foi um compositor e músico austríaco que nasceu em 1756 e morreu em 1791. Embora sua morte tenha ocorrido há mais de dois séculos, suas sinfonias, óperas e concertos ainda são admiradas por especialistas e amantes da música clássica. É por isso que se pode observar que Mozart, ou seu talento e suas criações, são atemporais.

Enquanto, por vezes, algo se torna atemporal por causa de seu significado histórico, outras vezes é um objetivo perseguido por uma pessoa. Um designer de vestuário pode fazer peças atemporais no sentido de que elas não estão vinculadas a ditames de moda, que mudam com frequência.