Conceito de baleia


Mai 26, 16

O vocábulo grego phállaina chegou ao latim como ballaena, que, por sua vez, passou para o castelhano como baleia. A noção permite designar um animal marinho do grupo dos cetáceos que pode medir mais de trinta metros de comprimento.

A baleia é o maior animal do mundo. Trata-se de um mamífero cujos membros anteriores são aletas, possui uma única aleta horizontal e na parte superior da cabeça dispõe de aberturas que lhe permitem expulsar o ar.

Na sua maxilar, as baleias têm barbas (também chamadas, à semelhança do animal, baleias). Trata-se de lâminas flexíveis situadas num par de filas paralelas, que são parecidos com pentes. Feitas à base de queratina, as barbas de baleia permitem filtrar o alimento: os cetáceos abrem a boca ao nadar para que entre a água e logo, através do accionar da garganta e da língua, a voltam a expulsar, ficando a comida (krill, crustáceos, peixes, etc.) retida.

Outra particularidade das baleias é que a cauda, tendo em conta a sua disposição, permite-lhe subir facilmente à superfície. Isto é bastante importante, uma vez que as baleias precisam de vir à tona para respirar, tendo a possibilidade de estar cerca de uma hora debaixo da água.

As baleias vivem durante cerca de trinta anos e costumam ter uma única cria cada após uma gestação de doze meses. Em geral, estes animais afastam-se e têm as suas crias em mares quentes para depois migrarem para águas mais frias para se alimentarem.

A baleia franca austral, a baleia da Gronelândia e a baleia franca glacial são algumas das espécies existentes de baleia.