Conceito.de

Conceito de basta

O uso mais comum do termo basta vem do verbo bastar, que se refere ao fato de ser suficiente para uma determinada coisa. Basta também é usado como uma interjeição para terminar algo.

Por exemplo: “Eu não preciso de provas: sua palavra me basta”, “Basta de falar sobre política! A única coisa que fazemos é discutir sobre isso”, “Eu acho que para ele basta que você lhe dê casa e comida.”

No primeiro exemplo, uma pessoa afirma que não exige mais demonstrações uma vez que as declarações de seu interlocutor o alcançam para confirmar um fato, um evento ou uma suposição. No segundo exemplo, basta é usado como uma interjeição para solicitar que questões políticas não sejam mais discutidas. Finalmente, o terceiro exemplo está ligado a um sujeito que não pretende mais do que um telhado e comida.

A Real Academia Espanhola (RAE) também menciona que basta pode vir de “bastjan”, uma palavra germânica que pode ser traduzida como “costurar”. Neste caso, uma basta é um alinhavo: uma costura que é realizada por pontos longos. Além disso, as bastas são os cordéis que atravessam os colchões ou almofadas para segurar o enchimento.

O diminutivo de basta, nesse contexto, é a bainha: a dobra presa com pontos para garantir que o tecido não se desfaz nas extremidades.