Conceito.de

Conceito de beijo

O termo refere-se ao acto de beijar com afecto, carinho ou respeito. Exemplos: “Ainda sinto o seu beijo quente na minha bochecha”, “Olhou-a nos olhos e deu-lhe o mais ternurento beijo alguma vez dado por uma boca”, “Um beijo e um abraço podem fazer feliz a mais infeliz das criaturas”.

O beijo, por conseguinte, pode tomar diferentes formas. Regra geral, é uma acção que permite expressar carinho, amor ou respeito. Em algumas sociedades, os beijos constituem um grau de intimidade e de familiaridade, ao passo que, para outras, trata-se uma forma de saudação muito mais habitual e corrente.

O beijo na face (no rosto) entre homens é frequente em países da América Latina. Não é necessário os homens serem da mesma família ou amigos: basta as duas pessoas se conhecerem para se cumprimentarem desta maneira. Esse beijo não tem qualquer conotação especial nem carga sexual. Não passa de uma simples forma de saudar outra à semelhança de um aperto de mão ou de uma reverência. Porém, noutros países, um beijo entre homens é associado quase directamente à homossexualidade ou a uma invasão da esfera íntima.

Estas diferentes nuances fazem do beijo um acto exclusivamente humano, uma vez que as pessoas têm a capacidade para raciocinar (reflectir) a acção e separá-la do instinto, ao contrário dos animais.

Os beijos mais intensos e apaixonados têm lugar em relações amorosas (namoro ou casamento). Estes beijos incluem o contacto entre as bocas e as línguas, com uma interacção profunda e íntima.