Conceito de assonante


Mar 15, 19

O adjetivo assonante é usado para descrever os termos que, após sua última vogal acentuada, compartilham sons de vogal na mesma ordem. Também se fala de versos assonantes (ou toantes) quando eles compartilham essa mesma característica.

As palavras são assonantes quando, após sua última vogal tônica, apresentam as mesmas vogais acentuadas em cada sílaba. A exceção são as vogais que não levam acento nos ditongos. A inclusão dessas palavras em um verso gera uma rima assonante. As rimas consonantes, por outro lado, implicam a coincidência das letras após a vogal acentuada.

Deve ser lembrado que as rimas são formadas a partir da repetição de sons. O habitual é que a repetição seja feita a partir da vogal com acento que está localizada no final do verso, na última posição. Se, em dois ou mais versos, a rima é criada pela coincidência das vogais com o acento das diferentes sílabas após a última vogal tônica, a rima é assonante.

Por exemplo:

Ó meu ódio, meu ódio majestoso, / meu ódio santo e puro e benfazejo, / unge-me a fronte com teu grande beijo, / torna-me humilde e torna-me orgulhoso.

Neste caso, como você pode ver, o exemplo apresenta uma rima do tipo assonante pois existe semelhança nos páreos “majestoso/orgulhoso” e “benfazejo /beijo”.

Por uma questão de facilidade quando se trata de construir versos, rimas assonantes são mais frequentes do que rimas consonantes, já que as últimas impõem mais restrições à escrita.