Conceito.de

Conceito de romanceiro

Romanceiro é o termo que permite designar um conjunto de romances ou ao indivíduo que recita este tipo de composições poéticas. Cabe destacar que um romance é, no âmbito da poesia, a obra que repete uma mesma assonância nos versos pares e que não inclui rimas nos versos ímpares.

O romance, por outras palavras, é a combinação métrica formada por versos octassílabos cuja particularidade é que os versos pares exibem rima assonante, ao passo que os versos ímpares permanecem soltos.

A partir desta combinação, chama-se romance a este tipo de poemas. Os romances surgiram como parte da narrativa oral e alcançaram a sua maior popularidade no século XV. Naquela época começaram a compilar-se estes poemas em colecções conhecidas como romanceiros.

Isto significa que os romanceiros são antologias ou recompilações de romances. Chama-se romanceiros velhos (em oposição aos novos) aos cancioneiros que recolhem poemas épicos e cantares de gesta da época medieval. Um dos romanceiros velhos mais conhecidos é o “Romanceiro geral” que recompilou Agustín Durão.