Conceito de antologia


Mai 16, 14

Una antologia é uma colecção de peças seleccionadas pelo seu valor ou pela sua qualidade. A antologia, por conseguinte, pode consistir numa compilação de contos, poemas, canções, discos, etc.

Exemplos: “A minha esposa ofereceu-me uma antologia de poesia latino-americana para o meu aniversário”, “O escritor chileno é o único romancista sul-americano que foi seleccionado para fazer parte da nova antologia literária editada por El Bosque”, “O cantor informou que editará uma antologia de bossa nova, com interpretações próprias de grandes êxitos do género”.

Entende-se, de um modo geral, que uma antologia é uma reunião de obras artísticas notáveis. Isto dá às pessoas a possibilidade de aceder a peças de grande valor individual dentro de um mesmo conjunto ou pack. Posto isto, se uma pessoa comprar uma antologia de poesia sueca do século XX, para citar um caso, poderá ler os melhores poemas produzidos na Suécia nessa mesma época num mesmo livro (ou em vários volumes, mas que pertencem a uma mesma publicação).

Uma antologia da pintura abstracta brasileira, por sua vez, pode consistir numa exposição num museu que reúna quadros com esse estilo e origem seleccionados por especialistas.
É fácil perceber que uma antologia é sempre arbitrária e parcial. Numa antologia poética, como determinar que poemas farão parte do conjunto? O mesmo pode dizer-se de uma exposição de pintura: irão ser exibidos vinte, trinta ou mais quadros?

A expressão “de antologia”, por outro lado, permite referir-se a algo fora do comum e, por conseguinte, digno de ser destacado: “O dianteiro inglês anotou outro golo de antologia para dar uma nova vitória à sua equipa”.