Conceito.de

Conceito de sujeito lírico

Escutar o artigo

A ideia de sujeito lírico diz respeito ao ser que se expressa em poemas. Trata-se de uma criação que coincide com o autor e que se pode associar ao sujeito narrador que aparece em contos e romances.

Pode-se dizer que o sujeito lírico, por conseguinte, é a voz do poeta. As emoções e os sentimentos de um poema são transmitidos através deste sujeito lírico, que também recebe o nome de eu poético ou é chamado também eu lírico.

Também é de assinalar que o sujeito lírico é o emissor do texto: isto é, aquele a quem compete levar o conteúdo ao receptor através dos diferentes enunciados. Geralmente, aparece na primeira pessoa através de pronomes ou certas formas verbais.

Exemplos: “Ríamos durante horas / Sonhávamos, amávamo-nos / Tudo mudou num instante / quando nos cansámos”. Neste exemplo, o sujeito lírico é “nós”, embora não esteja explicitado: “(nós) Ríamos durante horas / (nós) Sonhávamos, amávamo-nos / Tudo mudou num instante / quando (nós) nos cansámos”.

Para além do exposto acima sobre a figura do sujeito lírico, podemos destacar outras características acerca do mesmo que nos podem ajudar a compreendê-lo muito melhor. Concretamente, entre as mais significativas encontram-se as seguintes:

-Prevê-se que o sujeito lírico seja um alter ego do autor da obra em questão.

-A sua missão não é outra que não dar a conhecer ao leitor quais são as ideias, os sentimentos, os medos, receios…do narrador.

-Regra geral, este sujeito que estamos a tratar pode marcar presença graças ao uso de formas verbais que estão na primeira pessoa ou através do uso dos pronomes pessoais e possessivos.

-Outro dos aspectos que vale a pena destacar acerca do mesmo é que se considera que não só pode ser uma pessoa como também um objeto ou mesmo um sentimento.

Se nos focarmos em poemas populares, também podemos identificar o sujeito lírico de forma clara.

É interessante destacar o facto de haver diversas publicações que abordam a figura do sujeito lírico na literatura.

O eu lírico é, por tanto, um elemento de fundamental importância para a poesia. Ao lermos um poema, nos deparamos com uma obra literária que é do gênero lírico, em outras palavras, é uma obra escrita que tem como foco a subjetividade, descrevendo emoções e sensações do mais íntimo de um sujeito.

Mas esse sujeito não se trata do autor do poema, na realidade os poemas usam o eu lírico para transmitir a sua mensagem, não sendo necessariamente o poeta que enuncia os versos.

O gênero lírico é utilizado para expressar sensações, disposições psíquicas, emoções, apresentando um eu que vai de encontro ao mundo. Contudo, tal eu, essa voz que surge nos poemas, não se trata necessariamente da voz do autor do poema, mas é um sujeito fictício, sendo que ele pode ter ou não características do autor.

É importante ainda dizer sobre sujeito lírico que o que é sentido pelo autor pode não corresponder exatamente ao que ele tenha escrito. E isso acontece porque a arte moderna faz um modelamento com a linguagem sobre as impressões e experiências que são causadas pelo poeta/autor. E a enunciação desse poema ocorre através do sujeito lírico.

E esse eu lírico pode ter algo que ver com a experiência do autor, de alguma outra pessoa ou mesmo de um objeto, por exemplo, como uma planta. Existem muitos poemas onde o eu lírico é uma árvore, uma flor ou mesmo as águas do mar, enfim, como se elas estivessem narrando um acontecimento.

Citação

Equipe editorial de Conceito.de. (25 de Setembro de 2016). Conceito de sujeito lírico. Conceito.de. https://conceito.de/sujeito-lirico