Conceito.de

Conceito de sujeito expresso

No âmbito da gramática, denomina-se sujeito ao sintagma nominal, pronome ou substantivo que concorda em número e pessoa com o verbo. Um sujeito é um argumento verbal: um constituinte ou complemento que é requerido de forma obrigatória por um verbo.

Existem diversos mecanismos para reconhecer o sujeito de uma oração. Quando se consideram critérios fonéticos, denomina-se sujeito expresso aquele que está mencionado de forma explícita na oração.

Exemplos: “O Carlos jogava futebol”. Neste caso, a oração contém um sujeito expresso (“O Carlos”). Podemos perguntar “quem jogava futebol?” e, deste modo, separar a oração em sujeito e predicado: “O Carlos” (sujeito expresso) “Jogava futebol” (predicado).

A tudo o que foi exposto acima há que acrescentar, da mesma forma, o facto de o sujeito expresso ter a particularidades de contar com um sintagma nominal, sendo que este pode ser colocado em qualquer parte dentro da oração.

Se a fonética do sujeito não for explícita na oração, dá-se-lhe o nome de sujeito tácito ou sujeito elíptico: “Jogava futebol”. Como se pode apreciar, nesta oração não há nenhum sujeito expresso, podendo tratar-se de diferentes pessoas: “Eu jogava futebol”. “Vocês jogavam futebol”, “Ela jogava futebol”. Em contrapartida, a expressão “O Carlos jogava futebol” explicita o sujeito.

Da mesma forma, podemos destacar que este outro tipo de sujeito também recebe o nome de sujeito implícito.
O sujeito expresso, em suma, é o mais frequente pois não deixa margens para dúvidas. Sempre fica mais claro construir orações com sujeito expresso do que apelar a um sujeito tácito.

No entanto, não podemos esquecer de mencionar que também há outros tipos de sujeitos. Posto isto, por exemplo, está aquele que se conhece como sujeito simples e também o sujeito composto. O tal simples é aquele que se caracteriza por ter um único núcleo, o que supõe que possa ser ou um substantivo ou um pronome. Seria o caso com a seguinte oração: “O Manuel é um grande jogador de futebol”. Neste caso, o sujeito é directamente o Manuel.

Quando se fala de sujeito composto, por outro lado, e como é de imaginar, é aquele que tem dois ou mais núcleos. Posto isto, um claro exemplo seria “O Luís e a Eva passaram a tarde toda a jogar à bola”. O Luís e a Eva são o sujeito composto porque são eles quem realizam a acção de ter andado a divertir-se com a bola.

E também está o sujeito indeterminado, que é aquele que se destaca por ser desconhecido. Um claro exemplo seria: “Assaltaram a mercearia que está ao pé da minha casa

ÚLTIMAS DEFINIÇÕES

Conceito de

eixo terrestre

A noção de eixo tem mais de uma dúzia de significados. Pode ser a haste que sustenta um corpo enquanto ele gira, passando por...

Conceito de

égide

Égide tem origem na palavra latina “aegĭde” que significa o escudo de Júpiter ou o escudo de Minerva. De acordo...

Conceito de

écloga

Uma palavra grega que pode ser traduzida como escolha, chegou ao latim como “eclŏga” que em português se converteu...

Conceito de

Idade Antiga

Com origem etimológica na palavra latina “aetāte”, idade pode se referir a diferentes questões. Neste caso, vamos...

Conceito de

efusivo

O adjetivo efusivo é usado para qualificar aquilo ou aquele que manifesta ou revela efusão: ímpeto, vigor ou expansão nos...

Conceito de

efluente

A Michaelis, em seu Dicionário Brasileiro da Língua Portuguesa, define um efluente como um resíduo (em forma de fluido ou...

Conceito de

efeméride

A palavra grega “ephemerís”, que se refere ao que é próprio de um dia, derivou no latim “ephemerĭde”...

Conceito de

edema

A palavra grega “oidema” chegou ao nosso idioma como edema. O termo é usado no campo da medicina para se referir à...

ARQUIVOS