Conceito.de

Conceito de sujeito cognoscente

Sujeito é um termo com várias acepções. Pode-trata-ser da pessoa à qual, num determinado contexto, não se lhe denomina ou identifica. O sujeito também é uma função gramatical e uma categoria filosófica. Cognoscente, por sua vez, é um adjectivo que se aplica àquele que conhece ou que está em condições de conhecer.

Denomina-se sujeito cognoscente ao ser que realiza um acto de conhecimento através do pensamento. Trata-se de uma noção que se usa no âmbito da filosofia e que está relacionado com o conceito de realidades.

Muitos filósofos reflectiram acerca do nível de conhecimento que tem o que consegue alcançar o ser humano. Enquanto ser cognoscente, há aqueles que defendem que o homem não tem acesso à verdade última ou às realidades, pois conhece certos fenómenos que se desprendem dela. Neste sentido, é considerado o conhecimento como um saber que se extrai da realidade, com o sujeito situado fora dela.

Outras posturas filosóficas, em contrapartida, crêem que o sujeito cognoscente constrói a sua realidade a partir do acto de conhecimento. Neste caso, o ser gera-se a si mesmo e ao mundo.

Para além da teoria aceite, pode-se indicar que o sujeito cognoscente mantém interacções permanentes com a realidade com o objectivo de produzir certos conhecimentos que lhe permitam conseguir adaptar-se ao meio envolvente. As pessoas dispõem de um aparelho psíquico composto por diferentes sistemas cognitivos.

Como o ser humano é um sujeito cognoscente, os pensamentos que produz permitem-lhe orientar as suas acções e os seus gestos, deste modo, de forma livre.

Em concreto, partindo de tudo o que foi exposto, há que expor algumas das teorias ou ideias mais importantes que surgiram por parte de figuras famosas ao longo dos séculos em matéria de sujeito cognoscente. Posto isto, entre as mais significativas destacaríamos as seguintes:

-Um dos pilares da história da filosofia é o mito da caverna do Grego Platão. Nem mesmo se estabeleciam duas coisas fundamentais: que a realidade se encontra naquilo que se conhecia pelo nome de Mundo das Ideias e que o ser humano só pode aceder a conhecer as sombras dessa tal realidade.

-O filósofo prusiano que é uma figura-chave da chamada Ilustração é Immanuel Kant que também teorizou a esse respeito. Mais concretamente, expôs que o sujeito cognoscente só é capaz de conhecer o fenómeno da verdad última e não a mesma como tal.

-O professor e filósofo alemão Ernst von Glaserfeld, figura fulcral do chamado construtivismo, foi uma das personalidades que, a qualquer momento, advogou por determinar que cabia ao sujeito levar a cabo a geração da sua realidade própria.

-Obviamente, também não se pode ignorar a existência da teoria de Jean Piaget relativamente a isso. Para sermos exactos, este veio a determinar que o sujeito cognoscente é aquele que se encontra em constante interacção com a realidade, que tenta conhecer com um propósito bem definido: manter um equilíbrio nas trocas que têm lugar e assegurar as adaptações que fossem necessárias.

ÚLTIMAS DEFINIÇÕES

Conceito de

colírio

A etimologia de colírio refere-se à palavra latina “collyrĭu”, que por sua vez procede do grego...

Conceito de

colibri

Um colibri é um pássaro que pertence ao grupo familiar dos troquilídeos. Assim se conhecem as aves que se caracterizam por seu...

Conceito de

colisão

A palavra latina “collisiōne” chegou à nossa língua como colisão. O termo refere-se ao que acontece quando dois...

Conceito de

coleito

Chama-se coleito à prática que apela a que os filhos durmam na mesma cama que seus pais. É uma modalidade que também pode ser...

Conceito de

cólica

Um dos significados do termo cólica (adjetivo) refere-se ao vinculado ou pertencente ao cólon. Importa lembrar que o cólon é...

Conceito de

colina

A palavra colina deriva do latim “collina” com o mesmo significado. Uma colina é uma proeminência do terreno que...

Conceito de

cofator

Um cofator é um fator que, ao juntar-se a outro ou a outros, favorece o desenvolvimento de algo. Deve-se lembrar que um fator é...

Conceito de

cólera

O conceito de cólera pode ser usado com referência à raiva, fúria ou ira. Por exemplo: “A gozação do jovem provocou a...

ARQUIVOS