Conceito.de

Conceito de assonância

Escutar o artigo

Assonância é uma figura de linguagem (ou figura de som) que se caracterizada pela repetição de vogais. E através disso se obtém uma sonoridade específica, fazendo com que um poema, por exemplo, tenha mais musicalidade.

assonância
Por meio da assonância se consegue criar ritmo num verso

Esse termo possui a sua origem no latim “assonans”, que possui por significado “soar” ou “ecoar”.

Por meio dessa figura de linguagem se pode explorar os sons que emitem as palavras.

De modo geral, como um dispositivo literário, a assonância atua como uma forma de criar ritmo através de sílabas acentuadas com sons de vogais que são repetidas.

A assonância pode existir em um ou em diversos versos numa estrofe de um poema.

Vogais e consonantes

Para que se compreenda o conceito de assonância, cabe antes entender o que são as vogais e o que são as consonantes.

Entende-se por consoante um fonema que se produz por meio da interrupção do ar que é realizada por meio dos dentes, dos lábios ou mesmo da língua. E há aqui as consonantes: b, c, d, f, g, h, j, k, l, m, n, p, q, r, s, t, v, x, y, w, z.

Por sua vez, a vogal é um fonema qual se pronuncia por meio da passagem do ar sem interrupções. Nisso, tem-se no português as vogais: a, e, i, o, u.

Sobre a assonância

O que se faz na assonância é, geralmente, destacar as sílabas tônicas de certas palavras, mantendo um tipo de constância vocálica por todo o verso, ou pode ainda acontecer de se destacar a palavra final de cada verso e, assim, se criam rimas que soam bem.

Veja a seguir um exemplo de uso desse recurso:

“Após a calmaria viria logo a alegria

Note que nesse verso há uma certa musicalidade devido ao uso da assonância, desse modo ele possui mais ritmo.

Mais uma característica importante desse recurso literário, ainda, é o fato de que a repetição dos sons vocálicos acontece entre duas ou mais palavras que estejam próximas.

Assonância e aliteração

conceito de assonância
Enquanto a assonância foca nas vogais, a aliteração foca em consonantes ou sílabas

É importante que se saiba que a assonância é diferente da aliteração, que é também uma figura de linguagem.

Ambos acabam muitas vezes sendo confundidos quando se trata de artifícios literários.

Eles são semelhantes no sentido de que dependem da repetição de um som em palavras que estejam próximas umas das outras. No entanto, a assonância refere-se à repetição de sons vocálicos. Enquanto isso, a aliteração é a repetição da mesma letra ou som no início das palavras.

Se a assonância foca no uso de vogais de maneira repetitiva a fim de criar um ritmo, a aliteração, por sua vez, foca na repetição de consonantes ou também de sílabas.

A seguir temos um exemplo de frase com aliteração:

“Fico feliz se ficares”

No exemplo acima há a repetição da consonante “F”.

E aqui outro exemplo agora com destaque para a repetição da vocal “U”:

“O azul que usou Manu recendeu na luz ao sul”.

Importante saber: tanto a assonância quanto a aliteração tratam-se de vícios de linguagem, se os mesmos forem utilizados em textos objetivos. É por isso que é necessário tomar cuidado quanto ao uso deles nesse caso.

Para músicas

Como a composição de letras de músicas, em muitos casos, usa elementos da poesia, logo, a assonância é algo comum também de se utilizar nesse caso.

Músicas com letras onde haja rima, por exemplo, costumam recorrer ao uso dessa figura de linguagem. É um recurso geralmente utilizado em letras tanto mais simples, como também naquelas mais complexas e onde haja, em certos momentos, algumas rimas.

No entanto, é importante saber que há a rima apenas quando a assonância acontece no final de cada palavra. E, nesse caso, tem-se o que se conhece por rimas toantes.

Outras figuras de som

Tem-se ainda outros tipos de figuras de som que são a paronomásia e a onomatopeia. E ambas podem ajudar a conferir mais expressividade para um texto.

A paronomásia foca no uso de parônimos, que são termos com grafia similar, porém conceitos distintos (tais como emigrar e imigrar ou comprimento e cumprimento), sendo comum em ditados populares. Um exemplo: “estendi a mão para pegar um mamão”.

Já a onomatopeia é um meio de fazer com que um texto foque mais dinâmico, onde para isso são representados, por meio de textos, os sons que animais, objetos e outros emitem. Veja a seguir um exemplo:

– Os carros faziam um vrum, vrum, vrum muito forte naquela pista.

Citação

SOUSA, Priscila. (31 de Maio de 2022). Conceito de assonância. Conceito.de. https://conceito.de/assonancia