Conceito.de

Conceito de bruma

A etimologia do termo bruma encontra na língua latina e alude ao “solstício de Inverno”. Por isso, anteriormente, o conceito era utilizado para mencionar a época invernal.

Hoje em dia, a noção refere-se ao nevoeiro, sobretudo àquele que aparece sobre o oceano. Pode-se dizer que a bruma é um fenómeno da atmosfera que se produz quando há partículas de água suspensas no ar, dificultando a visibilidade.

Exemplos: “Há muita bruma: não me parece que seja conveniente sair navegar neste momento”, “Esta manhã, quisemos ir jogar futebol à praia, mas a bruma não nos deixava ver”, “Supõe-se que a lancha terá embatido no cais devido à bruma”.

Noções como bruma, nevoeiro e neblina tendem a causar confusão, pois há referência a referência a fenómenos semelhantes. Chama-se nevoeiro à concentração de partículas que forma uma nuvem e limita a visão. A bruma e a neblina são tipos de nevoeiro.

Costuma-se chamar bruma ao nevoeiro com uma humidade relativa superior a 70% e uma visibilidade que supera o quilómetro. Se a visibilidade for menor, fala-se de nevoeiro. A neblina, por último, é o nevoeiro baixo e de escassa espessura.
Por outro lado, Bruma é o nome de um ex-jogador do Sporting, actualmente a jogar no Real Sociedad.