Conceito.de

Conceito de calvície

A calvície é a ausência de cabelo. O termo, que deriva do vocábulo latino calvities, está relacionado com o facto de não ter pelos na cabeça, ou de ter uma quantidade insuficiente para cobrir toda a superficie.
Por exemplo: “Comecei a sofrer de calvície na minha juventude”, “Já não sei mais o que fazer para travar a calvície”, “Nunca me envergonhou a calvície”.

Calvície é sinónimo de alopécia, nome que recebe o processo que produz a queda de cabelo. Por norma, afecta o couro cabeludo embora, em alguns casos, também incida noutras regiões do corpo, como a zona genital, as pestanas e as sobrancelhas.

Existem diferentes tipos de calvície. A mais comum é a alopécia androgenética ou androgénica, de que mais sofrem os homens. Neste caso, o cabelo cai pela acção dos andrógenos (hormonas masculinas) sobre os folículos pilosos.
A alopécia cicatricial é uma calvície irreversível que surge quando os folículos pilosos são destruídos. A alopécia areata, em contrapartida, afecta uma área específica e pode reverter-se.

Há que ter em conta que a calvície pode surgir por diversos motivos. Fora as causas hormonais, pode ocorrer devido a doenças ou infecções, pela acção de um medicamento ou mesmo devido ao stress.

Geralmente, quando uma pessoa se depara com uma calvície, procura dissimulá-la ou reverte-la. Existem tratamentos que visam recuperar o cabelo para que a cabeça volte a estar coberta de cabelo. Quando isto não é possível, pode-se recorrer a penteados que disfarcem o pouco cabelo ou mesmo recorrer a cabelos artificiais, como perucas.