Conceito.de

Conceito de cápsula

O vocábulo latino “capsŭla” é o diminutivo de “capsa”, termo que pode ser traduzido como “caixa”. Chegou à nossa língua como cápsula: o envoltório solúvel usado para provisão de medicamentos.

Também se chama cápsula ao medicamento nela contido e ao conjunto formado pelo revestimento e o fármaco. Por exemplo: “O médico me receitou algumas cápsulas para combater a azia”, “Por favor, leve as cápsulas azuis para a avó e diga a ela para tomá-las antes do jantar”, “Estou farto dos comprimidos e das cápsulas”.

A noção de cápsula também é usada de outras formas. Pode ser o invólucro que protege uma tampa e a membrana que envolve várias partes do corpo.

Relacionada com este último significado pode-se mencionar a cápsula renal. Esta membrana isola o rim e fornece proteção contra possíveis golpes ou infecções. A cápsula renal cobre o córtex renal, que é o invólucro da medula renal.

A cápsula bacteriana, por outro lado, é uma camada que cobre as paredes celulares das bactérias. É formada por polissacarídeos e glicoproteínas que impermeabilizam o interior da célula.

No campo da botânica, chama-se cápsula ao fruto seco que, quando fica maduro, liberta sementes. Estas cápsulas têm pelo menos um par de carpelos, cada um com mais de uma semente.

Por fim, cápsula é o setor das naves espaciais que abriga a tripulação: “Os engenheiros relataram que a cápsula será acoplada à estação espacial nas próximas horas”, “A cápsula explodiu alguns segundos depois de se soltar do foguete”.

Citação

Equipe editorial de Conceito.de. (26 de Agosto de 2019). Conceito de cápsula. Conceito.de. https://conceito.de/capsula