Conceito.de

Conceito de biodisponibilidade

Biodisponibilidade, uma palavra que a Michaelis não inclui em seu dicionário, é um termo que se refere à velocidade e quantidade com a qual um fármaco é absorvido e atinge seu ponto de ação no organismo.

Em outras palavras, a biodisponibilidade refere-se ao tempo e à fração com que o ingrediente ativo alcança seu alvo terapêutico (o local do organismo em que opera). Essa biodisponibilidade se reflete na medição no sangue dos parâmetros do medicamento em questão, a partir dos níveis atingidos na circulação sistêmica do indivíduo.

A concentração mais alta do ingrediente ativo no plasma ou no sangue; a hora em que a concentração é registrada; e a área que existe sob a curva da concentração no plasma em relação ao tempo são os principais parâmetros de biodisponibilidade.

Pode-se afirmar que a biodisponibilidade refere-se à porcentagem do princípio ativo encontrado no plasma. O formato da medicação (cápsula, comprimido, etc.), a via de administração (oral, intravenosa, tópica) e outros fatores fazem com que a biodisponibilidade varie.

A biodisponibilidade, dessa maneira, pode mostrar que a eficácia de um medicamento muda de acordo com a forma como ele é administrado. A mesma quantidade de um ingrediente ativo age de forma diferente se for administrada como uma cápsula ou se for aplicada por via intravenosa, para nomear uma possibilidade. Isso porque, antes de atingir a circulação sanguínea e o local de ação, o fármaco tem que superar várias barreiras orgânicas que causam perdas na dose original.