Conceito.de

Conceito de osmose

A osmose é um fenómeno físico-químico que faz referência à passagem do solvente, mas não do soluto, entre duas soluções de diferente concentração separadas por uma membrana semipermeável. A osmose é um processo biológico importante na fisiologia celular dos seres vivos (organismos).

Uma membrana semipermeável é uma membrana que contém poros de tamanho molecular. O tamanho dos poros é minúsculo, pelo que deixam passar as moléculas pequenas mas não as grandes. Se uma destas membranas separar um líquido em duas partições, por exemplo uma de água pura e outra de água com açúcar, sucedem vários processos que são explicados com os conceitos de potencial electroquímico e difusão simples.

Os potenciais químicos dos componentes de uma solução são menores do que a soma do potencial desses componentes quando não estão ligados na solução. Este desequilíbrio resulta na produção de um fluxo de partículas solventes/solvíveis para a zona de menor potencial, conhecido pelo nome de pressão osmótica mensurável em termos de pressão atmosférica. O solvente acaba por fluir para o soluto até equilibrar esse potencial ou até que a pressão hidrostática equilibre a pressão osmótica.

Como resultado final, a água passa da zona de baixa concentração para a de elevada concentração e vice-versa, com um fluxo líquido maior de moléculas de água que passam da zona de baixa concentração para a de elevada concentração.

Por outro lado, o conceito de osmose é usado para fazer alusão à influência recíproca entre duas pessoas ou grupos de pessoas, especialmente no que diz respeito às respectivas ideias.

Citação

Equipe editorial de Conceito.de. (4 de Novembro de 2011). Conceito de osmose. Conceito.de. https://conceito.de/osmose