Conceito.de

Conceito de centauro

O vocábulo grego “kéntauros” chegou ao latim como “centauru”, que então derivou em nossa língua como centauro. É um ser mitológico cuja figura é meio cavalo e meio homem.

Os centauros têm as pernas e o corpo de um equino, enquanto o tronco, braços e a cabeça correspondem ao de uma pessoa. De acordo com os relatos mitológicos, eles podiam ser encontrados na região da Tesalia e tiveram um forte confronto com os lápitas, com os quais compartilhavam sua origem.

O conflito estalou quando Pirítoo (o filho do rei dos lápitas, Ixion) estava prestes a casar-se com Hipodâmia. Na festa, os centauros embebedaram-se e raptaram a noiva e outras mulheres. Diante dessa situação, os lápitas juntaram-se a Teseu e mais heróis, lutaram contra os centauros e os derrotaram.

A guerra entre os centauros e os lápitas é geralmente assinalada como um símbolo do conflito entre a barbárie e a civilização. Os centauros, de fato, são mostrados como criaturas selvagens. Existem algumas exceções, como Quíron e Folo, dois centauros inteligentes e amigáveis.

No campo da astronomia, os centauros são corpos menores, encontrados no sistema solar e que atuam como cometas e asteroides. Sua órbita é desenvolvida entre Netuno e Júpiter.

Por outro lado, Centauro (ou Centaurus) é uma constelação da Via Láctea. Sua estrela mais brilhante é Alfa Centauri, localizada a 4,4 anos-luz do nosso planeta.

Por fim, centauro, é o nome de um veículo de combate originário da Itália, que se destaca por sua blindagem de aço.

Citação

Equipe editorial de Conceito.de. (1 de Outubro de 2019). Conceito de centauro. Conceito.de. https://conceito.de/centauro