Conceito.de

Conceito de centrossoma

O conceito de centrossoma deriva de uma palavra alemã, que por sua vez é formada pela união do latim “centrum” (que pode ser traduzido como “centro”) e o grego “sôma” (“corpo”). É um orgânulo de células que é composto por um par de centríolos perpendiculares.

Para entender essa definição, é necessário ser claro sobre a que certas noções se referem. As células são as unidades fundamentais dos seres vivos com capacidade reprodutiva independente. Essas células têm, por sua vez, unidades funcionais e estruturais conhecidas como orgânulos. Os centríolos, por outro lado, são compostos de microtúbulos que permitem movimentos celulares e contribuem para a organização de seu citoesqueleto.

Um centrossoma, em suma, é um orgânulo celular que possui dois centríolos. Sua função mais importante está associada aos movimentos que ocorrem dentro da estrutura da divisão de uma célula.

Os centríolos do centrossoma estão cercados de proteínas, formando o chamado material pericentriolar. Ao redor do centrossoma é possível detectar vários microtúbulos que dão origem a um áster.

Quando uma célula está em processo de divisão, o fuso acromático possui um centrossomo com dois centríolos em cada extremidade. Assim, quando a mitose é concluída, cada uma das células filhas possui um centrossomo com seu par de centríolos. A separação dos centríolos na fase anterior é conhecida como desacoplamento e é essencial para o desenvolvimento da duplicação que lhe segue. Os centrossomas, portanto, são fundamentais na motilidade celular.