Conceito.de

Conceito de comburente

Um comburente é uma substância que provoca o desenvolvimento da combustão. O termo procede do vocábulo latino combūrens, por sua vez derivado de comburĕre (que se pode traduzir como “queimar”).

A combustão é o ato e o resultado de queimar (submeter ao fogo). A nível químico, a combustão implica a oxidação de uma substância através de um processo no qual se liberta energia em forma de luz e de calor. Esta reação ocorre entre um material oxidável capaz de arder, que se denomina combustível, e um material que produz a combustão, chamado comburente.

O comburente leva o combustível a oxidar, libertando energia química que se pode aproveitar como energia mecânica. Para que se inicie a combustão, o combustível deve alcançar a sua temperatura de ignição (quando os seus vapores ardem de forma espontânea). Cabe destacar que a reacção entre o combustível e o comburente se manifesta através das chamas.

Por se oxidar a outra substância, o comburente também recebe a designação de agente oxidante. Na reação de redução-oxidação (redox), o comburente recebe electrões ao reduzir-se, ao passo que o redutor (o combustível num processo de combustão) perde electrões ao oxidar-se.

O oxigênio é o comburente mais habitual. Em todos os processos de combustão requer-se um mínimo de oxigênio, que pode aparecer em estado gasoso ou líquido. Uma arma de fogo que use pólvora, por exemplo, pode recorrer ao sal de um oxiácido (como o clorato de potássio) no cartucho para conseguir a combustão que permite disparar o projétil.

Um exemplo comum de como o oxigênio atua como comburente seria se colocarmos um copo sobre uma vela acessa. O resultado é a vela que se apaga.

Isso acontece porque o oxigênio (oxigénio em Portugal) que está dentro do copo fora gasto quando a vela se queimou. Logo, é necessário o oxigênio para que a vela se queime. E o oxigênio é também necessário para a queima de outros tipos de materiais.

Nesse caso, o oxigênio é o comburente e a parafina da vela trata-se do combustível. E para que haja a combustão, antes é preciso acender o pavio da vela para que o combustível (a parafina) seja aquecido e se misture com o oxigênio.

Foi o químico francês Antoine Lavoisies quem explicou esse processo, isso por volta de 1783. Ele explicou que no processo de combustão o oxigênio se combina com outras substâncias e isso faz com que uma grande quantidade de calor seja liberado em um espaço de tempo curto.

Um outro exemplo de como um comburente atua é no caso do funcionamento do motor do carro. Aqui a gasolina (combustível) mistura-se com o oxigênio (o comburente) e ocorre a combustão.

Apesar do oxigênio ser o comburente mais comum (conseguindo intensificar a reação química), existem também outros tipos de comburentes, como é o caso, por exemplo, do cloro, em que o bromo acaba produzindo uma chama verde e quando combinado com o cloro acaba ficando azulado. Existe ainda um outro tipo de comburente que é o flúor (sendo de manuseio muito perigoso).

ÚLTIMAS DEFINIÇÕES

Conceito de

estrume

O primeiro significado de estrume mencionado pela Michaelis em seu Dicionário Brasileiro da Língua Portuguesa alude aos...

Conceito de

estiva

No âmbito da marinha, estiva é o processo que consiste em depositar, da forma mais conveniente, uma carga em uma embarcação....

Conceito de

estaca

Uma estaca é um pau com uma extremidade afiada. Graças a esta particularidade, é um elemento com diferentes utilizações, uma...

Conceito de

esquimó

Esquimó é o nome dado a um povo cujos membros residem na região ártica da América do Norte, Ásia e Groenlândia. De acordo...

Conceito de

arrepiante

O adjetivo arrepiante é usado para qualificar o que arrepia: ou seja, estremece, horroriza ou provoca espanto. O arrepiante gera...

Conceito de

estabelecer

O vocábulo latino “stabiliscĕre”, frequentativo de “stabilīre” que significa tornar estável. Este...

Conceito de

esqueleto

O termo grego “skeletós”, que pode traduzir-se como corpo ressequido, esqueleto chegou ao francês como...

Conceito de

esporádico

O vocábulo grego “sporadikós” que pode ser traduzido como disperso, chegou ao nosso idioma como esporádico....

ARQUIVOS