Conceito.de

Conceito de complô

Complô é um termo cuja origem deriva da língua francesa (“complot”) e que designa uma conspiração (ou intriga) de carácter político ou social. O conceito também é usado para fazer referência à conjuração entre dois ou mais indivíduos contra outro ou outros.

Exemplos: “O presidente denunciou um complô dos líderes militares do país que queriam ficar com o poder”, “Se o complô tiver êxito, dentro de poucos dias, teremos um novo gerente”, “O general descobriu o complô maquinado contra ele e está furioso”.

O complô consiste, em geral, num acordo entre duas ou mais pessoas que decidem actuar em conjunto para tirar o poder a outra ou para lhe causar algum tipo de dano. Esse acordo, obviamente, é mantido oculto para evitar que a pessoa a quem é dirigido o complô se dê conta que há uma operação em curso contra si.

Os indivíduos que conspiram promovem acções para conseguir que diversas circunstâncias concorram para um mesmo fim. Suponhamos que dois militares impulsionam um complô contra um superior para que este abandone o seu cargo. A ideia é levá-lo a cometer um erro que se possa tornar público para que ele se veja obrigado a demitir-se. Desde instalar uma câmara oculta até inventar provas de um suposto delito, vale tudo para que o complô se concretize e para que se cumpra o objectivo.

O complô também se pode desenvolver para ocultar informação. Há teorias que afirmam que os extraterrestres visitaram a Terra mas que vários governos internacionais decidiram fazer um complô para ocultar a informação e evitar que os seres humanos entrassem em pânico.