Conceito.de

Conceito de boicote

A ação do oficial inglês Charles Cunningham Boycott (1832-1897), que desempenhou tarefas na Irlanda, levou ao desenvolvimento do conceito de boicote.

Em 1880, Boycott foi contratado para administrar campos na Ilha de Achill. Dada a superexploração que ele fez de seus subordinados, os camponeses se recusaram a pagar o aluguel. Com o tempo, os fazendeiros decidiram não trabalhar mais para Boycott e também se recusaram a vender e comprar produtos.

Por causa dessa situação, Boycott contratou obreiros protestantes e pediu ajuda à polícia para proteger as plantações. Os fazendeiros então rescindiram todos os seus contratos com Boycott simultaneamente, uma decisão aprovada pela Liga Agrária Irlandesa, que lhes dava a possibilidade de não fazer negócios com ele. A ação desenvolvida pelos trabalhadores agrários foi nomeada pelo The Times como “boycotting”, que chegou à nossa linguagem como “boicote”.

O boicote é, portanto, um ato realizado contra uma organização ou um indivíduo com o objetivo de impedir o desenvolvimento normal de uma atividade. Por exemplo: “Uma associação de consumidores pediu um boicote contra os supermercados, em protesto contra o aumento de preços”, “Eu vou forçar um boicote contra a loja de roupas que está na frente da minha casa: ontem seu dono me discriminou por causa da minha cor”, “Eles pedem um boicote contra uma empresa americana que doou milhões de dólares a um ditador africano”.

O boicote, em suma, é uma prática legal que visa aplicar uma punição àqueles que agem de forma condenável do ponto de vista ético.

Citação

Equipe editorial de Conceito.de. (27 de Junho de 2019). Conceito de boicote. Conceito.de. https://conceito.de/boicote