Conceito.de

Conceito de conclusão

O vocábulo latino “conclusiōne” está na origem da palavra portuguesa conclusão. Conhece-se como conclusão o ato e a consequência de concluir: finalizar, terminar ou completar alguma coisa.

Uma conclusão, portanto, pode ser a finalização de um evento, atividade, processo, curso etc. Por exemplo: “A conclusão do congresso será na próxima sexta-feira às 18h”, “Não falta muito para a conclusão do feriado: temos que aproveitar o tempo que nos resta”, “O gol decisivo aconteceu dois minutos antes da conclusão da partida”.

A ideia derivada da análise ou estudo de diferentes circunstâncias também é chamada de conclusão. Depois de considerar várias informações, uma pessoa pode chegar a uma conclusão: “Eu já contei tudo o que seu primo fez, agora gostaria que você me dissesse qual é a sua conclusão”, “Você deseja trocar sua motocicleta usada pelo meu carro novo? Em conclusão, você pretende enganar-me!”, “Li os relatórios que os gerentes apresentaram e minha conclusão é que devemos investir mais dinheiro na área de Marketing”.

No campo da lógica, a conclusão é a proposição que aparece no final de um argumento, após as premissas. Esta é a proposição lógica final que se deduz das anteriores. Vejamos um exemplo:

1. Todas as pessoas que estão vivas, respiram.
2. Maria é uma pessoa e está viva.
3. Portanto, Maria respira.

Nesse argumento, a terceira proposição é a conclusão: se todas as pessoas vivas respiram e Maria é uma pessoa viva, a conclusão é que Maria, portanto, também respira.