Conceito.de

Conceito de determinante demonstrativo

Os determinantes são as palavras que determinam um substantivo. Ao contrário dos pronomes, os quais substituem os nomes, os determinantes precedem (isto é, vêm antes) os nomes.

Um determinante demonstrativo é aquele que indica uma relação de lugar, expressando a proximidade da pessoa com quem ou de quem se fala.

“Esse”, “este”, “aquele”, “essa”, “estas” e “aquelas” são determinantes demonstrativos. Exemplos: “Esse cão é um dobermann” é uma expressão que inclui o determinante demonstrativo “esse”. Este determinante está determinando ao substantivo “cão (de raça dobermann)” e implica que o falante (orador/emissor) esteja a olhar e/ou a apontar para o “cão” em questão para que o determinante “esse” adquira sentido.
“Aquelas meninas estão a fazer muito barulho e não me deixam descansar” é outra frase onde se utiliza um determinante demonstrativo (“aquelas”). A expressão refere-se a um grupo de meninas barulhentas na perspectiva do falante.

Às vezes, o determinante demonstrativo pode indicar uma proximidade tanto espacial (no espaço) como temporal (no tempo): “Ontem, comprei este disco” utiliza o determinante “este” para mencionar uma proximidade espacial (é fácil imaginar o falante apontando para o disco em questão ou pegando nele), ao passo que “Neste Inverno, iremos esquiar” inclui o mesmo determinante numa referência temporal (o Inverno que se vive no momento ou que está a chegar).

Desse modo, um determinante demonstrativo pode tanto ser usado para elementos concretos como abstratos.

No caso dos abstratos, pode ser o exemplo em que mencionamos o inverno, já que se trata de algo que não se pode tocar, ou, ainda, um outro exemplo: “amanhã tenho muitos compromissos, nesse dia irei na casa do meu sobrinho para ajudar no conserto da calha”. No caso, o “nesse dia” refere-se ao dia de amanhã, já expresso previamente na frase.

No caso dos substantivos concretos, podemos usar frases como: “neste caderno que tenho estão anotações importantes”. A frase refere-se ao caderno em que o narrador segura, podendo-se visualizar o mesmo o segurando e mostrando para quem se fala.

O termo determinante demonstrativo é usado em Portugal. No Brasil, o termo comumente usado é “pronome demonstrativo”. Contudo o conceito segue o mesmo.

E o pronome demonstrativo segue com o uso dos mesmos termos como: esse, este, aquele, isso, aquilo, etc. Por exemplo: “uso sempre esse shampoo para lavar os meus cabelos”, “aquele ali é o meu carro novo”, “todos os dias eu me dirijo ao trabalhando usando aquele meio de transporte” “essas mulheres sempre estão a conversar por aqui quando passo para ir ao trabalho” ou ainda “ele nunca ouve aquilo que sua mãe lhe diz e quase sempre acaba por cometer muitos erros”.

Os determinantes demonstrativos (ou pronome demonstrativo) podem estar no singular e também no plural, alguns exemplos: “este”, “aquele”, “isso” e “aquilo” estão no singular, enquanto que “esses”, “aqueles” e “estes” estariam no plural.