Conceito.de

Conceito de determinante

Determinante é aquilo que determina. O verbo “determinar”, por sua vez, refere-se ao ato de fixar os termos de algo, assinalar algo para algum efeito, tomar uma resolução, distinguir ou discernir.

Exemplos: “A jogada do pontapé de penalidade foi determinante para o desenvolvimento do jogo”, “Os peritos consideram que o apoio do presidente será determinante nas próximas eleições”, “As palavras dos meus pais são determinantes nas minhas decisões”.

Determinante diz respeito a algo que é decisivo, ou seja, que pode estabelecer um destino, uma finalidade para algo, por exemplo: “aquela escolha foi determinante para o destino daquela competição” ou também “o que você me disse ontem foi determinante para que o nosso relacionamento chegasse ao fim hoje”.

Assim, algo determinante pode ser descrito também como algo causador, havendo algo resultante desse causador, por exemplo: se temos copos de vidro em caixas, mas aquelas caixas não receberam um selo indicando haver materiais frágeis ali, onde durante o transporte alguns copos se quebrem, então esquecer de indicar que havia materiais frágeis ali pode ter sido determinante para que os copos se danificassem, isso foi o causados dessa situação.

Outros exemplos do uso do termo determinante para descrever quando algo foi o motivo ou a razão de uma situação, ação ou decisão:

– Ele relatou que a previsão de valorização dos imóveis naquela região nos próximos anos, realizada pelo consultor, foi um fator determinante para a escolha daquele como o seu investimento imobiliário;

–  Os empresários descreveram que a alta no dólar foi um fator determinante para que eles resolvessem não investir naquele negócio no momento;

– As provas apresentadas pela acusação diante do tribunal foram determinantes para que o réu fosse julgado e condenado;

– Aquelas fotografias encontradas no celular dele foram de extrema importância, a polícia as julgou determinantes para que uma busca fosse realizada na casa do suspeito e fossem encontradas provas que o colocassem atrás das grades.

Na linguística, um determinante é um morfema que, adjacente ao sintagma nominal, o quantifica ou especializa para formar com ele um sintagma determinante. Os determinantes, por conseguinte, assinam um objeto e delimitam o seu significado.

Ao contrário dos pronomes, que se escrevem em vez do nome, os determinantes escrevem-se antes do nome.

Os determinantes linguísticos dividem-se em artigos definidos, indefinidos, quantificadores e interrogativos/exclamativos. A expressão “Já li todo o livro” inclui o determinante “todo”, que fixa o alcance da frase ao “livro” na sua íntegra. A oração “Agrada-me o livro”, por sua vez, apresenta o determinante artigo definido “o”, ao passo que “Quero uma dupla dose de batatas” apresenta o quantificador “dupla”.

Quanto aos determinantes interrogativos ou exclamativos, são aqueles que estão compreendidos em expressões como “Que problema!” ou “Quantos jogadores?”.

No âmbito da matemática, determinante é uma expressão obtida a partir da aplicação dos elementos de uma matriz quadrada segundo certas regras. Pode dizer-se que o determinante é uma forma multilinear alternada.
Numa base de dados, um determinante é um atributo do qual depende funcionalmente outro atributo. Este segundo atributo, por conseguinte, não faz sentido sem a presença do primeiro.