Conceito.de

Conceito de diário

Do latim diarĭum, a palavra diário, simultaneamente substantivo e adjetivo, refere-se àquilo que ocorre todos os dias. Por exemplo: “Para promover a saúde, é recomendada a prática de atividade física diária”, “Não é bom comer hambúrgueres de forma diária (diariamente)”.

No caso do termo descrevendo algo que é feito todos os dias, há diferentes situações onde ele pode ser aplicado, por exemplo: um treinamento diário é algo que deve ser realizado todos os dias a fim de alcançar um ótimo nível de desempenho o uso diário de um medicamento quer dizer um medicamento que deve ser utilizado todos os dias, etc.

Por outro lado, um diário é um periódico/jornal que é publicado todos os dias. Trata-se de uma publicação do foro da imprensa, que apresenta notícias e cujas funções principais são informar, formar e entreter.

Os diários publicam crónicas, reportagens, artigos de opinião, informação bolsista, dados sobre o tempo/clima, programação de espetáculos, bandas desenhadas humorísticas e vários passatempos. Em geral, em alguns dias da semana, incluem suplementos especiais que versam sobre temas específicos.

Os diários vão sendo financiados graças ao preço por exemplar que pagam os leitores, às subscrições (há quem prefira receber o seu jornal/quotidiano ou a sua revista tranquilamente no conforto do seu lar, sem ter de se deslocar) e à publicidade. A imprensa gratuita, que não acarreta quaisquer custos para o leitor, sobrevive unicamente com as publicidades.

Convém destacar que há diários que se consideram independentes, embora muitos outros admitam defender distintas correntes ideológicas ou económicas. Inclusive, existem diários que são o órgão de difusão de partidos políticos ou a voz de algum governo.

Por outro lado, um diário pessoal é um subgénero da autobiografia. Nestes diários, o autor escreve os seus pensamentos ou as suas atividades, em geral, do foro privado, para os/as ler posteriormente. Também constituem um espaço para expressar sentimentos sob a forma de catarse.

Assim, há pessoas que escrevem diários com o objetivo de guardarem lembranças, enquanto outras gostam de usar isso como uma forma de desabafo, outras têm o hábito de manterem um diário porque gostam de anotar as coisas que fizeram.

Existe uma técnica que consiste em fazer um diário anotando algumas coisas boas que aconteceram no dia, por exemplo: no final do dia, então são anotadas três coisas boas que aconteceram. Acredita-se que isso ajude a pessoa a ver os pontos positivos, a focar mais nas coisas boas, exercitando a gratidão e, assim, tendo mais felicidade e positividade.

Há diários pessoais que se converteram em livros de venda massiva enquanto relatos testemunhais, como é o caso do “Diário de Anne Frank”.

O diário de Anne Frank é um dos mais famosos diários de todos os tempos, onde a adolescente judia retrata seus dias durante a Segunda Guerra Mundial, antes de ser pega e envia para campos de concentrações. Esse diário foi publicado por seu pai Otto Frank em 1947 e traduzido para mais de 60 idiomas.

Com o advento da tecnologia, hoje em dia as pessoas podem manter também um diário virtual, seja usando um computador ou dispositivos moveis como um tablet ou celular por meio de algum aplicativo com essa finalidade. Mas boa parte das pessoas ainda prefere utilizar as folhas de papel.