Conceito.de

Conceito de divisas

O uso mais comum do termo divisa está ligado a uma moeda estrangeira. Seu significado, portanto, depende da localização do falante. Na Argentina, Chile e Uruguai, para citar três casos, o dólar é uma divisa. Nos Estados Unidos, entretanto, não é, pois trata-se da moeda nacional. Isso significa que nenhuma unidade é uma divisa em si.

Divisas, em suma, são as moedas que fazem parte de uma soberania monetária diferente daquela do país em questão. Voltando ao exemplo anterior, os governos da Argentina, Chile e Uruguai não têm influência sobre o dólar, não podem aplicar políticas monetárias para influenciá-lo. As autoridades dos Estados Unidos, por outro lado, podem modificar suas condições.

O valor das divisas costuma variar de acordo com as operações realizadas no mercado monetário internacional. Desta forma, é estabelecida a taxa de câmbio, que é a relação entre uma moeda nacional e uma divisa. Na Argentina, para comprar um dólar, é preciso entregar quase 16 pesos. A taxa de câmbio dessa moeda no território argentino, dessa forma, gira em torno de 16 pesos por dólar.

As divisas são um componente muito importante da economia. Para importar bens e serviços, ou para fazer investimentos no exterior, você precisa de divisas (geralmente dólares ou euros). Essas divisas, por sua vez, são obtidas graças às exportações e ao investimento estrangeiro.