Conceito.de

Conceito de flipar

Flipar é um verbo que procede do conceito inglês to flip, que se pode traduzir por “agitar” ou “sacudir”. Esse termo é frequente na linguagem coloquial ou familiar (calão, gíria).

Posto isto, em português, pode-se usar o verbo flipar em referência a estar muito entusiasmado com algo ou alguém. A noção também é usada como sinónimo de alucinar, drogar-se ou encontrar-se sob os efeitos de uma droga.

Exemplos: “Esses cogumelos vermelhos são usados para flipar”, “Era um miúdo que não deixava de flipar até que acabou hospitalizado”, “O público começou a flipar com os primeiros acordes do guitarrista”.

A ideia de flipar aparece sempre associada a uma agitação mental. Pode-se tratar da emoção que se experimenta face a um acontecimento, do entusiasmo que desperta alguma paixão no espírito da pessoa ou de uma grande surpresa que gera/provoca algo. É possível, neste sentido, flipar num concerto de rock ou num jogo de futebol, pelas acções que geram. As pessoas também podem flipar pelos cães se for o caso de gostarem imenso dos animais ou pelos filmes de um determinado cineasta/realizador.

Quando relacionado com as drogas, a acção de flipar é associada ao estado alterado da mente que pode incluir alucinações ou sensações pouco correntes quando o organismo se encontra na sua condição habitual (como vertigem, pânico, palpitações, visão turva, etc.). Desta forma, uma pessoa que esteja flipada pode não estar consciente dos seus actos.