Conceito de ginecologia


Fev 26, 13

A ginecologia é a especialidade da medicina dedicada aos cuidados do aparelho genital feminino. Os ginecologistas são portanto os especialistas que tratam de todas as questões relacionadas com o útero, a vagina e os ovários.

O médico grego Soranus, da escola metodista, é considerado o autor do primeiro tratado de ginecologia. Os avanços da medicina têm associado a ginecologia à obstetrícia, que se ocupa da gravidez, do parto e do puerpério. Actualmente, a maioria dos ginecologistas são obstetras e vice-versa.

A ginecologia permite o diagnóstico e o tratamento de doenças como o cancro, o prolapso, a amenorreia, a dismenorreia, a menorragia e a infertilidade. Para realizar a sua actividade, os ginecologistas utilizam instrumentos como o espéculo, que possibilita realizar exames à vagina e ao colo do útero.

As mulheres devem ir às consultas ginecológicas de forma periódica para gozarem de uma boa saúde e prevenir os distúrbios. Contudo, devido ao carácter íntimo destes estudos que cause um certo desconforto, muitas das vezes, acabam por ser postergados.

A prova do Papanicolau, igualmente conhecida pelo nome de citologia vaginal, é o exame ginecológico mais habitual. O ginecologista extrai amostras das células epiteliais que se encontram na zona de transição do colo uterino, o que lhe permite conhecer o estado hormonal, identificar alterações inflamatórias e orientar sobre um possível diagnóstico do cancro do colo do útero.

Inventado pelo médico grego Georgios Papanicolaou (1883-1962), trata-se de um exame simples, económico e eficaz que deve ser realizado por todas as mulheres desde que iniciam a sua vida sexual até aproximadamente aos seus 65 anos de idade.