Conceito.de

Conceito de glicemia

A noção de glicemia faz referência à presença de glucose no sangue. O termo provém do francês glycémie (proposto pelo fisiólogo Claude Bernard), embora, em certas ocasiões, apareça traduzida como glicémia.

Os médicos utilizam o termo para fazer alusão à medida de concentração da glucose no plasma sanguíneo. Se a glicemia se encontra em valores abaixo dos parâmetros considerados normais, o indivíduo sofre de hipoglicemia; pelo contrário, se os valores excederem a média, trata-se então de um caso de hiperglicemia.

A glicemia varia bastante de acordo com os alimentos que a pessoa tenha ingerido. O nível normal de glucose no sangue encontra-se entre os 70 mg/dl e os 100 mg/dl em condições de jejum. A glucose ingerida com a alimentação é metabolizada através do accionar de diversas hormonas, como a adrenalina, a insulina, o glucagon, os esteróides e os glucocorticóides.

A metabolização da glucose é importante para a regulação da homeóstase. As falhas no processo podem causar diversos problemas de saúde, como a diabetes. Esta doença produz-se por uma deficiência da insulina e causa hiperglicemia.

A diabetes é uma síndrome orgânica, sistémica e crónica que pode causar danos nos olhos, nos nervos, nos vasos sanguíneos e nos rins. Estima-se que cerca de 200 milhões de pessoas sofrem desta doença, que constitui um transtorno da glicemia e que deve ser tratada com uma dieta específica, exercício físico e certos medicamentos prescritos pelo médico.