Conceito.de

Conceito de PCR

Escutar o artigo

PCR ou proteína C-reativa é uma proteína que tem sua produção no fígado. E quando a mesma se encontra aumentada esse pode ser um indicativo de que há um processo inflamatório.

pcr
O exame que analisa os valores de PCR ajuda em muitos diagnósticos

O exame que é realizado para saber sobre a condição de tal proteína é o exame de sangue, onde se faz a avaliação do PCR. Para esse exame é dado ainda o nome de Polymerase Chain Reaction ou reação em cadeia da polimerase.

Nos casos em que se identifica a apendicite, por exemplo, o exame que pode ter ajudado com isso talvez tenha sido o PCR. Em outros casos, se usa esse exame para detectar doenças como infecções bacterianas ou virais, aterosclerose, entre outras.

O aumento nos valores do PCR indica que há um problema, contudo, o exame não é capaz de indicar a inflamação ou infecção que o paciente possua. Por isso que o responsável pela análise desse resultado deve ser o médico, em especialmente por aquele que solicitou esse exame. Esse médico então pode solicitar outros exames como complemento a fim de identificar a doença e até mesmo a causa dessa condição no paciente.

Valores de referência do PCR

Os valores usados como referência podem sofrer alterações segundo o laboratório que realiza o mesmo. Contudo, no que tange o risco de desenvolvimento de doenças cardiovasculares, os valores de referência seriam esses:

– Muito alto risco: nesse caso seria um valor superior a 10 mg/L ou 1 mg/dL;

– Alto risco: um valor que seria de 2,0 mg/L ou de 0,2 mg/dL;

– Médio risco: seria de 1,0 a 2,0 mg/L ou de 0,1 a 0,2 mg/dL;

– Baixo risco: abaixo de 1,0 mg/L ou abaixo de 0,1 mg/dL.

A proteína C-reativa alta está presente na maioria dos processos inflamatórios e infecciosos do corpo dos seres humanos, podendo ter relação com muitas situações como: doenças cardiovasculares, presença de bactérias, reumatismo e até mesmo se o corpo rejeitar um órgão após o transplante.

Enquanto isso, os valores baixos dessa proteína podem surgir em condições como: após a prática de exercícios físicos, devido ao consumo de bebidas alcoólicas, no caso de quem perdeu peso muito rápido, devido a uso de certos medicamentos, etc.

Exame de PCR ultra sensível

O exame da PCR ultra sensível tem o objetivo de ajudar na prevenção. Esse exame pode identificar se uma pessoa saudável por ter riscos de desenvolver problemas como AVC ou infarto, por exemplo, assim como ajuda a saber se a pessoa tem chances de desenvolver outros tipos de doenças cardiovasculares.

Esse exame costuma ser pedido pelo médico quando o paciente está saudável, devendo ele não apresentar nenhum tipo de sintoma ou mesmo infecção. Esse se trata de um exame que é mais específico e pode fazer a detecção de quantidades mínimas de PCR no sangue do paciente.

No resultado, se o paciente, saudável, apresentar valores de PCR ultra sensíveis elevados, então isso quer dizer que ele possui chances altas de ter alguma doença arterial periférica.

Tratamento para níveis elevados de PCR

Se os valores de PCR se encontram acima de 200 mg/L e houver um diagnostico de infecção que foi confirmado pelo médico, o profissional de saúde então indicará que o paciente seja internado para que seja administrado (na veia) um antibiótico.

Quando uma pessoa possui uma infecção, então os valores de PCR levam cerca de seis horas para aumentarem, por sua vez, quando é iniciado um tratamento (geralmente com antibióticos) eles começam a reduzir logo em seguida. É necessário esperar cerca de dois dias para os níveis se normalizarem, pois quando isso não acontece o paciente então terá que receber um novo tipo de tratamento.

Mas se o paciente tem como sintoma apenas um mal estar, sem outro sintoma ou mesmo um fator de risco, o profissional de saúde pode requerer outros exames (como a tomografia computadorizada) para saber se o paciente que está com esse aumento de PCR não esteja com câncer.

Sobre o exame PCR para covid

conceito de pcr
Por meio da coleta de uma amostra retirada da garganta ou nariz se pode realizar o RT-PCR

Esse exame, que ainda é chamado de “teste molecular”, tem sido usado também no diagnóstico da covid-19. O que ele faz é a detecção do material patógeno por meio do DNA do paciente. Nesse PCR, as moléculas de DNA são ampliadas milhares e vezes e de maneira acelerada.

Tal exame pode ser feito com a coleta de uma amostra do nariz ou garganta do paciente. Mas, diferente do exame PCR, o que faz a identificação da covid é o chamado RT-PCR.

O “RT” nesse exame significa Reverse Transcription. E nele acontece o seguinte: quando é feito esse teste, haverá uma enzima que recebe o nome de transcriptase reversa que terá a função de converter o RNA do coronavírus em DNA, e assim se pode iniciar as reações em cadeia. Esse tipo de exame ainda funciona como um documento oficial, logo ele precisaria ser traduzido para o idioma inglês.

 

Citação

SOUSA, Priscila. (10 de Agosto de 2022). Conceito de PCR. Conceito.de. https://conceito.de/pcr