Conceito.de

Conceito de glicose

Escutar o artigo

Glicose é o nome dado para um tipo de carboidrato simples que é usado como fonte de energia. Para os seres vivos, a glicose se configura num dos nutrientes essenciais para o funcionamento das células.

glicose
A glicose fornece energia para os seres vivos

Caraterísticas da glicose

A fórmula molecular da glicose é a seguinte: C6H12O6 E como a mesma possui seis carbonos, logo, ela é classificada como hexose. E há que se mencionar ainda a participação desse monossacarídeo na constituição dos carboidratos complexos, tal como no caso do amido.

Mais uma característica da glicose é que ela apresenta uma fórmula molecular que é polar e não consegue se difundir através da membrana plasmática.

Para que os alimentos tenham seu aproveitamento através das células, é necessário que eles sejam convertidos em partículas de menor tamanho, sendo que assim são obtidos os nutrientes, entre os quais está a glicose. E tal transformação acontece por meio da digestão.

Quando acontece a digestão, no momento em que o sangue segue até o fígado, boa parte da glicose que está no plasma sanguíneo acaba tendo um recolhimento pelos chamados hepatócitos. Desse modo, o fígado armazena a glicose na forma de glicogênio, a qual será usada mais tarde.

Um exemplo é o já citado amido, que necessita passar pelo processo de hidrólise no tubo digestivo, antes que seja absorvido. As enzimas amilases e a maltase do suco entérico do intestino atuam então o amido é fragmentado, sendo transformado em monossacarídeos. Desse modo, há absorção das moléculas de glicose através das vilosidades do intestino delgado.

Regulação dos níveis de glicose

Os seres vivos obtêm a glicose através da alimentação, sendo que os níveis dela no sangue são controlados por meio da insulina e do glucagon, que são dois hormônios que atuam de modo contrário. Essa regulação é algo fundamental, posto que quando os níveis de glicose quando estão altos ou baixos podem se configurar em algo prejudicial para a saúde.

Enquanto a insulina garante que a glicose que se encontra no sangue adentre nas células, ajudando a reduzi-la, o glucagon faz o contrário, quebrando a glicose que está armazenada e tornando os seus níveis no sangue elevados.

Transporte da glicose

A glicose é transportada através de um processo chamado de difusão facilitada, que faz uso de proteínas transportadoras, essas chamadas de GLUTs. Essas proteínas transportadoras atuam levando as glicoses de uma área que tenha mais para uma área onde haja menos glicose.

É importante mencionar, contudo, que em certas células, o transporte da glicose se dá juntamente com o íon sódio, como acontece com as células epiteliais presentes no intestino delgado.

Ainda sobre isso, a insulina faz com que a velocidade com a qual a glicose é transportada aumente, mas quando esse transporte acontece em conjunto com os íons sódio, então o transporte acontece sem que se dependa da ação da insulina.

Funções da glicose

A glicose, como citado, se trata de um carboidrato que conta com a função de fornecer energia para os organismos vivos. E um dos meios que os seres vivos possuem para obter energia é través da chamada respiração celular. O que acontece aqui é que a glicose de degrada, gerando a energia para as células. Tal processo ocorre por conta de várias reações.

Sobre a respiração celular, há três fases que compreende seu acontecimento: glicólise, ciclo do ácido cítrico e, por fim, fosforilação oxidativa.

Mas além da respiração celular, existe ainda outro processo no qual a glicose é importante, que é a fermentação. Esse processo acontece sem que haja oxigênio, sendo que bactérias e fungos são alguns dos que realizam o mesmo.

Ainda, outra função da glicose é que ela pode ser usada para compor polissacarídeos ou também dissacarídeos, ao ser incluída como monômero.

Exames para detectar a taxa de glicose no sangue

conceito de glicose
Existem diferentes tipos de exames para saber os níveis de glicose

O exame que é capaz de detectar a taxa de glicose no sangue é chamado de glicemia em jejum. Inclusive, ele é quem ajuda a identificar se o paciente possui diabetes. Para a realização desse exame, é necessário passar por um jejum de ao menos oito horas.

Mas há outros exames que também identificam a taxa de glicose, esse é o caso do Teste Oral de Tolerância à Glicose (TOTG) e do exame de glicemia casual.

Glicose alta

A glicose alta, também conhecida como hiperglicemia, trata-se de ter níveis elevados de glicose no sangue. Essa condição gera alguns sintomas, dentre os quais: a pessoa sente mais vontade de beber água, mais fome e mais vontade de urinar. E se essa condição não for tratada, ela pode gerar complicações, tais como insuficiência renal ou cegueira.

Glicose baixa

A glicemia baixa, que é chamada ainda de hipoglicemia, se caracteriza pelo nível baixo de glicose no sangue. E como sintomas disso estão: tontura, calafrios, visão turva, fraqueza, fadiga, sonolência, dores de cabeça, entre outros.

Sobre o que causa a glicose baixa, entre os principais fatores que podem ocasionar isso estão: alguns tipos de medicamentos, ficar muitas horas sem se alimentar, o consumo de álcool e não se alimentar bem.

Citação

SOUSA, Priscila. (12 de Setembro de 2022). Conceito de glicose. Conceito.de. https://conceito.de/glicose