Conceito.de

Conceito de eritrócitos

A etimologia de eritrócitos nos remete ao grego “erythrós”.  Os eritrócitos são as hemácias: ou seja, os glóbulos vermelhos.

São células globosas encontradas no sangue. Existem dois tipos de glóbulos: os vermelhos ou hemácias e os brancos, também conhecidos como leucócitos. Essas células desempenham diferentes funções que são importantes para o corpo.

Os eritrócitos são as células encontradas em maior número no sangue. Os homens têm cerca de 5 400 000 eritrócitos por milímetro cúbico de sangue, enquanto as mulheres têm cerca de 4 500 000. Quando um exame de sangue é realizado e os valores de eritrocitários estão longe desses parâmetros, o resultado anormal pode revelar a presença de uma doença ou algum tipo de distúrbio.

Tanto os eritrócitos quanto os leucócitos têm origem na medula óssea. Os eritrócitos não possuem mitocôndrias ou núcleo: em seu citoplasma, abrigam a hemoglobina, proteína que lhes confere a cor vermelha e é responsável pelo transporte do oxigênio dos órgãos respiratórios para os diversos tecidos.

Macrocitose, anisocitose, dianocitose, esferocitose, policromasia e hipocromia são algumas das alterações na forma, tamanho e cor que os eritrócitos podem sofrer.

Quando uma pessoa tem baixo nível de eritrócitos no sangue, ela tem anemia. Essa patologia pode ser um sinal de um problema gastrointestinal, hipertireoidismo, hipotireoidismo, insuficiência renal ou desnutrição, por exemplo. Se o nível de eritrócitos estiver alto, por outro lado, é denominado policitemia.