Conceito.de

Conceito de cordão umbilical

O cordão umbilical é uma série de vasos que ligam a barriga de um bebê em gestação à placenta de sua mãe, permitindo a nutrição do feto até a hora do nascimento.

Um cordão é uma corda ou tira. Enquanto isso, umbilical é um termo proveniente do vocábulo latino “umbilicāre”, referindo-se ao que está ligado ao umbigo: a cicatriz formada na barriga quando o cordão umbilical é cortado e seco.

Os animais mamíferos placentários têm esse cordão que permite alimentar o feto em crescimento. A veia umbilical e as artérias umbilicais protegidas pela chamada geleia de Wharton – são os vasos que permitem a troca de sangue e substâncias que se desenvolve entre a placenta e o embrião. Logo que o parto ocorre, o cordão umbilical deve ser cortado e o umbigo é gerado.

Nos seres humanos, o cordão umbilical tem geralmente um diâmetro entre um e dois centímetros e uma extensão de pouco mais de cinquenta centímetros. A estrutura do cordão é helicoidal.

É importante notar que as células encontradas no sangue do cordão umbilical podem contribuir para curar várias doenças. É por isso que existem bancos de sangue do cordão umbilical responsáveis pelo armazenamento dessas células-tronco.

Existem vários distúrbios relacionados ao cordão umbilical que podem colocar em risco a vida do bebê e da mãe. O cordão umbilical pode envolver o feto, não possuir artérias, dar um nó ou sofrer a separação de seus vasos antes de atingir a placenta. O cordão, por outro lado, pode sair antes do feto através do canal do parto.