Conceito.de

Conceito de pressão arterial

A origem do termo pressão remete-nos para o latim pressĭo. O conceito refere-se à acção e ao efeito de comprimir ou de pressionar; à coacção ou à imposição que se aplica sobre uma pessoa; à grandeza física que indica a força exercida por um corpo sobre una superfície.

Arterial, por outro lado, é aquilo que pertence ou que é relativo às artérias (onde circula o sangue, ainda que este também circule nas veias e nos capilares, para distribuir oxigénio e nutrientes para as células).

A pressão sanguínea, por conseguinte, é a força que exerce o sangue sobre as paredes dos vasos. A noção está associada à pressão arterial e à pressão venosa e é considerada um dos sinais vitais mais importantes.

A pressão arterial é a força exercida pelo sangue quando circula pelas artérias. A expressão, no entanto, costuma ser usada em referência à pressão do sangue em geral. A pressão arterial pode dividir-se em pressão arterial sistólica e pressão arterial diastólica.

A pressão venosa, por sua vez, indica a força que exerce o sangue ao circular pelas veias. Dá-se o nome de pressão venosa central à pressão do sangue sobre a veia cava superior.

Convém destacar que a pressão sanguínea varia em função da parte do corpo. No interior da aorta, que recebe o sangue bombeado de forma constante pelo coração, regista-se uma pressão média de 100mm de Hg, ao passo que ao final da veia cava diminui até quase 0.

Citação

Equipe editorial de Conceito.de. (23 de Dezembro de 2013). Conceito de pressão arterial. Conceito.de. https://conceito.de/pressao-arterial