Conceito.de
Conceito de

Ciclo cardíaco

Ciclo cardíaco é o processo que envolve a contração e relaxamento do coração. E isso permite a circulação do sangue, por meio do sistema arterial e sistema venoso, ao longo de todo o corpo humano.

ciclo cardíaco
O ciclo cardíaco compreende o processo de contração e relaxamento do coração

Este ciclo é fundamental para a manutenção da vida, posto que ele garante a entrega de oxigênio e de nutrientes cruciais para todas as células, assim como a remoção do dióxido de carbono (CO2) e de demais resíduos metabólicos.

Para o entendimento sobre o ciclo cardíaco na fisiologia humana, cabe explorar a anatomia do coração, as suas estruturas, as fases desse ciclo, distúrbios relacionados, entre outras coisas.

Anatomia do coração e suas estruturas no ciclo cardíaco

O coração se trata de um órgão muscular oco, que fica na cavidade torácica, tendo a proteção do esterno e das costelas. Esse órgão é repartido em quatro câmaras: dois átrios superiores e dois ventrículos inferiores. E o ciclo cardíaco é ordenado pela alternância existente entre a sístole (que é a contração) e a diástole (relaxamento) que ocorre nas câmaras cardíacas.

É no átrio direito onde é recebido o sangue pobre em oxigênio de diversas partes do corpo através das veias cavas, já o átrio esquerdo recebe um sangue rico em oxigênio dos pulmões por intermédio das veias pulmonares.

Durante a sístole atrial, os átrios se contraem, direcionando o sangue até os ventrículos. Enquanto isso, as válvulas atrioventriculares, a exemplo da válvula tricúspide à direita e da válvula mitral que fica à esquerda, impossibilitam a vazante do sangue dos ventrículos até os átrios na sístole.

Chama-se de sístole ventricular é a próxima etapa do ciclo cardíaco, quando os ventrículos contraem, coagindo o sangue que será expelido até os vasos sanguíneos.

A válvula pulmonar, que fica à direita, possibilita o fluxo de sangue partindo do ventrículo direito até a artéria pulmonar, que conduz o sangue até a circulação pulmonar. E acontece ainda que a válvula aórtica, à esquerda, torna mais fácil o fluxo de sangue saindo do ventrículo esquerdo seguindo para a artéria aorta, começando a circulação sistêmica.

Fases do ciclo cardíaco e a regulação nervosa e endócrina

O ciclo cardíaco é constituído por duas fases principais, sendo:

  • A diástole, que é quando o coração relaxa e é enchido de sangue;
  • E a sístole, que é quando sucede a contração cardíaca.

O nodo sinusal, que fica no átrio direito, é chamado de “marca-passo natural” do coração. Ele emite impulsos elétricos que gerem o ritmo cardíaco. Tais impulsos seguem para o nodo atrioventricular e, depois, até o feixe de His, que promove a contração dos ventrículos de forma sincrônica.

O sistema nervoso autônomo e o sistema endócrino possuem papéis cruciais para regular o ciclo cardíaco. Enquanto isso, o sistema nervoso autônomo, formado pelos ramos simpático e parassimpático, faz a modulação da frequência cardíaca e da força das contrações.

É comum que nas situações de estresse o sistema simpático acelere o ritmo cardíaco, já o sistema parassimpático reduz a frequência cardíaca nos momentos de repouso.

O sistema endócrino é um que também influencia no ciclo cardíaco por meio da liberação de hormônios. E como exemplos de hormônios liberados há a adrenalina e a noradrenalina, que se tratam e hormônios gerados pelas glândulas suprarrenais como resultado dos estímulos emocionais ou físicos. Esses hormônios elevam a frequência cardíaca e também a força das contrações, o que estará preparando o corpo para alguma ação.

Condições médicas relacionadas ao ciclo cardíaco e seus tratamentos

conceito de ciclo cardíaco
Diástole e sístole são as duas principais fases do ciclo cardíaco

Diversas condições médicas tendem a afetar o ciclo cardíaco e afetar a eficiência dele. Um exemplo seria a insuficiência cardíaca, que sucede quando o coração não é capaz de bombear sangue suficiente a fim de atender às necessidades do corpo. Isso poderia resultar de problemas no miocárdio, o músculo cardíaco, gerado por fatores como a hipertensão ou o infarto do miocárdio, por exemplo.

Arritmias, por sua vez, se tratam de mudanças nos padrões comuns do ritmo cardíaco. Elas tendem a variar, sendo desde palpitações passageiras até ritmos caóticos que comprometeriam a função cardíaca.

O eletrocardiograma (ECG) é um exame essencial para o diagnóstico nesses casos. Por meio dele há como detectar arritmias e demais anomalias do coração. Nesse exame, a frequência cardíaca, qual é medida em batimentos por minuto (bpm), se trata de um indicador essencial sobre a saúde cardíaca.

Se conhece o infarto do miocárdio como ataque cardíaco, e esse sucede se há o interrompimento do suprimento de sangue até uma parte do músculo cardíaco, sendo que uma das principais causas disso seria à obstrução de uma artéria coronária por conta de algum coágulo sanguíneo. Isso resultaria em danos constantes no miocárdio, afetando de maneira expressiva o ciclo cardíaco.

Demais condições abarcam a angina, que é a dor no peito por conta da uma diminuição por algum tempo do fluxo sanguíneo até o coração, e também a hipertensão, que compreende uma pressão arterial alta com frequência, aplicando tal estresse nas artérias e também no coração.

Prevenção e tratamento de distúrbios do ciclo cardíaco

A prevenção dos distúrbios cardíacos envolve uma abordagem que é caracterizada como multifacetada. E isso incluiria aderir a um estilo de vida saudável, tendo uma dieta equilibrada, praticando exercícios regulares, controlando o estresse, eliminando o tabaco, etc.

Mas além do que fora citado, há ainda o monitoramento regular de pressão arterial, colesterol e açúcar no sangue.

O tratamento varia, sendo: medicamentos para controle da pressão arterial, melhora da função cardíaca e prevenção de coágulos sanguíneos, mas também procedimentos invasivos, como o uso de stents para desobstrução das artérias coronárias, etc.

Já nos casos graves, o transplante cardíaco seria tido como uma última opção. Além do mais, a criação de dispositivos médicos avançados, como é o caso de marcapassos e desfibriladores implantáveis, revoluciona os tratamentos relativos aos distúrbios do coração, proporcionando intervenções diretas com foco em regular o ritmo cardíaco.

Citação

SOUSA, Priscila. (13 de Agosto de 2023). Ciclo cardíaco - O que é, conceito, estrutura e fases. Conceito.de. https://conceito.de/ciclo-cardiaco