Conceito.de

Conceito de sangue

Escutar o artigo

O sangue é um tecido vivo composto de uma matriz extracelular líquida, sendo um fluído viscoso e com coloração vermelha. Esse, que é um tipo especial de tecido conjuntivo, que possui relação com o processo de transportar nutrientes e gases respiratórios, além de atuar na defesa do organismo.

sangue
O sangue possui coloração avermelhada e é viscoso

Ele se caracteriza por possuir uma matriz líquida, chamada de plasma, onde estão dispostos os elementos celulares do sangue: as hemácias, os leucócitos e as plaquetas.

Nos humanos, o sangue encontra-se no sistema cardiovascular, que se trata de um sistema fechado. Assim, o mesmo é encontrado somente no interior do coração e dos vasos sanguíneos.

De modo geral, os humanos possuem um volume de sangue que corresponde a 7% do seu peso. Devido a isso, se há um indivíduo com 50 quilos, ele deve ter por volta de 3,5 litros de sangue.

É por meio do chamado exame de sangue que muitas doenças podem ser identificadas.

Quando se colhe o sangue, os especialistas podem fazer isso dentro dos centros médicos e hospitais, por exemplo, ou também em unidades móveis, onde essas precisam dispor de todos os equipamentos e itens de segurança necessários.

Elementos do sangue

A produção do sangue acontece na medula óssea dos ossos chatos, também nas costelas, no quadril, nas vértebras, no crânio e no esterno. Mas nas crianças essa produção do sangue ainda pode acontecer nos ossos longos, como no caso do fêmur.

E o sangue possui os seguintes componentes:

Plaquetas: elas são células que fazem parte do processo de coagulação. A vida delas é curta e as mesmas transitam em cerca de 150 a 400 mil por milímetro cúbico de sangue. A principal função das plaquetas é ajudar a interromper os sangramentos;

Leucócitos: esses são glóbulos brancos, também com um tempo de vida curto, com uma quantidade de 5 a 10 mil por milímetro cúbico de sangue. A principal função deles é proteger o organismo contra os invasores, como é o caso das bactérias. Mas os leucócitos contam com funções e formas variadas;

Hemácias: já elas se tratam dos glóbulos vermelhos do sangue. As hemácias podem durar no organismo cerca de 120 dias, com a presença de cerca de 4,5 milhões delas a cada por milímetro cúbico de sangue. A principal função das hemácias é realizar o transporte do oxigênio dos pulmões para as células do corpo e também fazer a eliminação do gás carbônico das células, os enviando até os pulmões;

Plasma: por fim, há também o plasma que caracteriza como um líquido amarelo claro, representando cerca de 55% do volume total de sangue no organismo. O plasma é composto por 90% de água, ali estando dissolvidas as proteínas e também gorduras, açúcares e sais minerais. Ele é o responsável por ajudar no transporte de nutrientes que são essenciais para as células.

Sistema circulatório

conceito de sangue
As hemácias são os glóbulos vermelhos do sangue

Sistema circulatório trata-se do nome do conjunto de órgãos por onde o sangue circula. O mesmo é constituído por coração e vasos (onde estão capilares, veias e artérias). E existem dois tipos de circulação: a circulação pequena (ou pequena circulação) e a grande circulação.

A pequena circulação, chamada ainda de circulação pulmonar, se trata daquela que ocorre entre o coração e os pulmões, realizando a oxigenação do sangue.

Já a grande circulação, também conhecida como circulação sistêmica, se trata daquela que acontece entre o coração e os tecidos do corpo, sendo que a principal função da mesma é realizar a distribuição de oxigênio para as células.

Antígenos e grupos sanguíneos

A superfície dos glóbulos vermelhos (que se tratam de células sanguíneas que fazem o transporte das hemoglobinas) possui um revestimento feito por antígenos, sendo esses últimos partículas ou moléculas que possuem a capacidade de deflagrar a produção de anticorpos específicos (com isso se pode fazer uso de tais anticorpos em testes realizados em laboratório a fim de identificar os antígenos).

E esses antígenos podem ser compostos por lipídeos, proteínas, carboidratos ou mesmo por uma mistura de todos esses citados. Uma característica dos antígenos é que os mesmos se encontram sempre unidos a componentes que fazem parte da membrana celular.

Saber sobre isso é importante para entender sobre os chamados grupos sanguíneos.

O grupo sanguíneo, que é conhecido ainda como tipo sanguíneo, se trata de um grupo de antígenos (ou apenas um) que se encontra debaixo do controle de apenas um gene ou de um conjunto de genes homólogos que se encontram estreitamente ligados. Os mesmos são determinados segundo a sua presença na superfície das hemácias.

Existem trinta e cinco sistemas de grupos sanguíneos (com 342 antígenos de células vermelhas), os quais têm seu reconhecimento feito pela International Society for Blood Transfusion. E esses grupos possuem uma grande importância, em especial quando é necessária uma transfusão de sangue ou quando é preciso realizar um transplante de órgãos. Os grupos sanguíneos existentes são: “A”, “B”, “O” e “AB”.

Citação

SOUSA, Priscila. (11 de Novembro de 2022). Conceito de sangue. Conceito.de. https://conceito.de/sangue