Conceito de

Gene

Escutar o artigo

Gene é uma unidade básica da hereditariedade. Ele consiste em uma sequência de DNA que traz informações para a síntese de uma proteína específica ou a regulação de um processo celular.

gene
O gene se trata de uma sequência de DNA

A biologia é a ciência que estuda a vida em suas diversas formas e manifestações. E um dos elementos fundamentais da vida é justamente o gene, que se trata do conjunto de informações genéticas responsáveis pelas características dos seres vivos.

Cada gene possui uma sequência de nucleotídeos, que se caracterizam nas unidades básicas do DNA. Há quatro tipos de nucleotídeos: adenina (A), citosina (C), guanina (G) e timina (T), que se combinam em pares para formar a estrutura do DNA.

E cabe dizer que os genes são encontrados em todos os seres vivos, desde as bactérias até os seres humanos. Eles são os responsáveis por determinar as características dos organismos, tais como: cor dos olhos, tipo sanguíneo, altura, entre outras.

Cada ser vivo dispõe de milhares de genes em seu genoma, que é o conjunto de informações genéticas presentes em seu DNA. Para se ter uma ideia, numa célula humana há entre 20.000 (vinte mil) a 23.000 (vinte e três mil) genes.

Estrutura e função do gene

A estrutura do gene varia segundo a função que ele desempenha no organismo. Mas, de modo geral, um gene é composto por três partes principais, que são: promotor, região codificante e terminador.

O promotor é a região do DNA que dá início a transcrição do gene, em outras palavras, a síntese de uma molécula de RNA a partir do molde de DNA. Enquanto isso, a região codificante é a sequência de DNA que possui as informações para a síntese da proteína. E o terminador é a região do DNA que indica o final do gene e interrompe a transcrição.

A função do gene sofre variação segundo a proteína que ele terá que codificar. Algumas proteínas são responsáveis por controlar a expressão de outros genes e há as que atuam como enzimas, catalisando reações químicas no organismo. As proteínas ainda podem ter funções estruturais, como é o caso das que formam o citoesqueleto das células.

Mutação e variação genética

As mutações se tratam das alterações na sequência de DNA, que podem afetar a estrutura ou a função do gene.

Uma mutação pode ocorrer espontaneamente ou ser causada por agentes mutagênicos, como radiação ionizante ou substâncias químicas.

Muitas mutações são neutras e não afetam a função do gene. Mas há as que podem causar doenças genéticas ou alterações na aparência e comportamento do organismo.

A variação genética é a diversidade de alelos existentes em uma população. Os alelos são diferentes versões de um mesmo gene, que produzem proteínas com funções distintas. A variação genética é importante para a evolução dos seres vivos, pois possibilita que haja a adaptação a novos ambientes e a seleção natural de indivíduos mais aptos.

Herança genética e tipos

Denomina-se de herança genética o processo em que os genes são transmitidos dos pais para os filhos. Cada ser indivíduo herda um conjunto de genes de cada um dos seus pais, o que gera uma combinação única de características para cada pessoa.

E existem dois tipos de herança genética: a herança dominante e a herança recessiva.

Na herança dominante, um único alelo é suficiente para determinar a característica. Por exemplo: a cor dos olhos castanhos é uma característica dominante, o que significa que se um dos pais tiver olhos castanhos, provavelmente os filhos também terão olhos assim.

Já na herança recessiva, faz-se necessário que o indivíduo herde dois alelos recessivos para expressar a característica. Por exemplo: a albinismo se trata de uma característica recessiva, o que significa que apenas os indivíduos que herdam dois alelos recessivos para essa característica apresentarão a condição.

Aplicações da genética

gene
A genética é a ciência que se preocupa em estudar os genes

A compreensão do conceito de gene tem sido crucial para a realização de avanços na área da genética (estudo dos genes) e biotecnologia. Uma das aplicações mais conhecidas seria a terapia gênica, que se trata da introdução de um gene funcional em células ou tecidos de um indivíduo para corrigir uma doença genética.

Também, a genética é utilizada para produzir alimentos transgênicos, que são aqueles que tiveram seus genes modificados para apresentar características desejáveis. Um exemplo é a modificação de plantas para terem maior resistência a pragas ou maior teor nutricional.

Assim, o gene é, nesse aspecto, uma unidade fundamental da hereditariedade, que possui informações para a síntese de proteínas ou para a regulação de processos celulares. A genética tem diversas aplicações na medicina, agricultura e outras áreas, o que destaca a importância do estudo dos genes na compreensão da vida.

Gene em sentido figurativo

Embora o termo “gene” seja usado especialmente na biologia a fim de referir à unidade fundamental da hereditariedade, ocasionalmente ele é utilizado em sentido figurativo em outros contextos.

Um exemplo nesse caso é quando ele é utilizado para descrever uma característica ou traço que é transmitido de geração em geração dentro de uma família ou grupo de pessoas.

Citação

SOUSA, Priscila. (7 de Abril de 2023). Gene - O que é, estrutura, função, tipos, aplicações e em sentido figurativo. Conceito.de. https://conceito.de/gene