Conceito.de

Conceito de HTML

Escutar o artigo

HTML é a sigla para Hyper Text Markup Language (linguagem de marcação de hipertexto, na tradução para o português). É por meio dessa linguagem que se cria a estrutura de um site na internet ou dos aplicativos que funcionam online.

HTML
O HTML se trata de uma linguagem de marcação

Um hipertexto se trata do nome dado para um texto usado para referenciar outros textos, já a linguagem de marcação se trata de uma linguagem constituída por várias marcações, as quais enviam para os servidores na web informações sobre a estrutura de um determinado documento.

O HTML não se trata de uma linguagem de programação, pois ele não se consegue elaborar funcionalidades dinâmicas. Mas com essa linguagem é possível criar seções, parágrafos ou links, por exemplo, fazendo ouso de tags e de atributos.

Surgimento do HTML

Essa linguagem foi desenvolvida com o objetivo de tornar mais fácil o compartilhamento de documentos científicos entre acadêmicos, segundo o objetivo a princípio da própria internet. E o responsável por criar essa linguagem foi o britânico Tim Berners-Lee, quem ainda criou a chamada World-Wide-Web (www). Essa criação de Berners-Lee teve o impulsionamento realizado pelo sucesso da conexão entre cliente e servidor na internet, no ano de 1990.

O britânico teve como base a linguagem de marcação SMGL, que é de onde veio os fundamentos do HTML. Mas oque diferenciou essas duas foi a adição de uma âncora que foi representada pela tag “a”. E é por isso hoje que existem os links da internet que possibilitam fazer a conexão entre páginas, sendo de suma importância para se construir um site por inteiro.

Elementos do HTML

O HTML fazer uso da “Marcação” para as anotações de texto, imagem e outros tipos de elementos para exibir num navegador da internet. E a marcação que faz uso dessa linguagem adota elementos como: <header>, <head>, <title>, <embed>, <body>, <article>, <footer>, <output>, <section>, <p>, <span>, <img>, <div>, <aside>, <canvas>, <video>, <datalist>, <audio>, <details>, <nav>, <progress>, <ul>, <ol>, <li>, entre outros.

Versões do HTML

Até chegar ao que se tem hoje, o HTML passou por muitas modificações. Logo no começo, no ano de 1995, a versão 2 dessa linguagem foi a primeira a ser lançada depois de ter sido lançado o HTML puro e a mesma tinha o objetivo de fazer a formalização das características da ferramenta que havia sido criada recentemente.

Já no ano de 1997, chega à versão 3.2 e permite que sejam criadas tabelas e que sejam incluídos textos flutuantes ao redor das imagens. E no ano de 1999 é criada a versão 4.01 do HTML, essa permitindo mais personalização de estilo, além de trazer agora os recursos multimídia.

Mas desde o ano de 2014 que se faz uso da versão 5 do HTML. Essa versão possibilita que se trabalhe com áudio e com vídeo, também permite que se use bancos de dados da web e diferentes tipos de formulários. O HTML na versão 5 também aplica um valor semântico maior para os seus integrantes, com isso podendo ser criados códigos mais limpos e maior organização.

Áreas da programação em que o HTML é usado

conceito de HTML
O HTML pode ser usado também em desenvolvimento mobile

O HTML é usado em diferentes áreas da programação, tais como no desenvolvimento frontend, no desenvolvimento de jogos e, ainda, no desenvolvimento mobile (aplicativos e jogos para dispositivos móveis).

HTML para o desenvolvimento frontend

Se tratando de uma linguagem de marcação (não se programação), o HTML se encontra então especialmente na parte visual de distintas aplicações, que é a parte frontend. Quando essa linguagem é aliada ao Javascript e ao CSS, se pode elaborar as páginas web por completo.

HTML para desenvolver jogos

Assim como ocorre o uso do Javascript para criar jogos, também se pode usar o HTML para esse propósito.

HTML no desenvolvimento mobile

E com o HTML se pode ainda criar aplicativo para dispositivos moveis. E para esse tipo de desenvolvimento dá-se o nome de desenvolvimento híbrido, uma vez que é feito o uso de CSS e Javascript também. Com isso se cria aplicativos para aparelhos com Android e iOs usando apena um código.

Atributos, elementos e tags

Essa linguagem faz uso de algumas denominações com o objetivo de distinguir itens na sua estrutura. Nisso, há as tags, os elementos e os atributos.

Tag é um termo que significa, na tradução para o português, “etiqueta” e se trata da denominação de um elemento. É por meio da tag que se rotula um conteúdo na web com o HTML, devendo ser escrita entre “<” e “>”, por exemplo <h1>.

Já o elemento HTML faz a representação de um item que se encontra na página, como uma imagem, um formulário ou um link, por exemplo. E esse elemento pode ser constituído ou não de tags de abertura e fechamento.

Por fim, existem os atributos que são integrantes das tags. Esses fazem a representação das características e funcionalidades que os elementos devem ter. Um exemplo nesse caso seria o atributo alt numa imagem, que possibilita a inserção de um texto alternativo para ser mostrado se por acaso a imagem não for carregada devido a algum erro.

Citação

SOUSA, Priscila. (2 de Novembro de 2022). Conceito de HTML. Conceito.de. https://conceito.de/html