Conceito.de

Conceito de laceração

Laceração, do latim laceratĭo, é a ação e o efeito de lacerar. Este verbo refere-se a lastimar, ferir, magoar, danificar, vulnerar ou afligir. Pode usar-se, por conseguinte, em sentido físico (uma ferida concreta e corporal) ou em sentido figurado (uma ferida emocional).

Exemplos: “Os médicos disseram que é uma laceração importante que irá demorar bastante a sarar”, “A laceração produzida pelo golpe obrigou-nos a dar sete pontos de sutura à vítima”, “O que mais dói são as lacerações da alma”.

Pode definir-se a laceração como uma ruptura que se produz na pele. Essas rupturas podem ser menores ou graves. As lacerações menores implicam pouca dor e sangramento, sem entumecimento nem formigueiro na zona. Este tipo de feridas costuma sarar em pouco tempo, sem necessidade de recorrer a um médico.
As lacerações mais importantes, por sua vez, incluem um sangramento abundante e doem bastante. Às vezes, podem ver-se tendões ou ossos através da ferida. Nestes casos, são necessários cuidados médicos urgentes.

Quando se sofre uma laceração menor, é importante limpar a ferida com água tépida e sabão. Depois, deve-se aplicar uma pomada ou tomar um antibiótico e, por fim, cobrir a laceração com uma gaze esterilizada.

Uma laceração pode acontecer a qualquer ser vivo, por exemplo, em casos de animais que são presos por corda, como os cavalos, pode haver dilaceração no pescoço dele se o mesmo for deixado assim por muito tempo, caso essa corda seja presa ao seu pescoço sem nenhuma proteção.

A laceração também pode ser metafórica, quando se sofre uma dor profunda na alma: “Cada palavra tua produz uma laceração no meu espírito: peço-te que pares com isso”, “Nunca perdoarei as lacerações emocionais que causaste ao meu filho”, “As feridas no rosto vão sarar rapidamente, mas não as lacerações produzidas na profundidade do meu ser”.

É comum que se confunda o termo laceração com dilaceração, contudo esse último diz respeito a despedaçar algo, por exemplo:

– Usamos laceração quando queremos descrever algo que se rasgou, tanto no sentido literal quanto no sentido figurativo;

– Por outro lado, usamos dilaceração quando queremos dizer que algo foi despedaçado, aniquilado.

Já uma laceração pedal é um tipo de reprodução assexuada, onde se deixam pedaços da parte basal de pólipos sobre um substrato de acordo com a movimentação do animal, o que resulta no nascimento de novos pólipos. Esse é o tipo de reprodução que acontece com as anêmonas-do-mar, por exemplo, que são da classe dos antozoários. Os antozoários realizam esse tipo de reprodução.

Há ainda a chamada “laceração perineal” que se trata de algo que acontece em mulheres que dão a luz, acontecendo o rompimento da pele e de outras estruturas dos tecidos moles que fazem a separação da vagina e do ânus nas mulheres. Essa laceração perineal acontece no parto vaginal (o parto normal), pois ele estica o períneo e causa essa laceração, um tipo de fissura.

É um tipo de ferimento que varia em sua gravida, sendo a maioria algo superficial, contudo podem acontecer aqueles mais severos que causam dor, sangramento ou mesmo disfunção.