Conceito.de

Conceito de literal

Do latim litterālis, literal é algo que está em conformidade com a letra de um texto e o sentido próprio e exato das palavras usadas no mesmo. Ou seja, não se tem em conta o sentido figurado ou sugerido.

Por exemplo: “O Raúl deu uma mão ao seu pai” é uma frase que indica que este homem ajudou o seu progenitor. O sentido literal, porém, afirmaria que Raúl entregou uma extremidade ao seu pai. Por vezes, o sentido literal é obviamente ilógico.

“Vou ouvir um pouco de música para ver se me consigo inspirar para escrever o último capítulo do meu livro” é outro exemplo de uma frase cujo sentido literal não serve para a sua correta compreensão. “Inspirar” é um verbo que faz referência a atrair o ar exterior para os pulmões, mas também é usado para fazer referência ao surgimento de uma ideia na mente.

O literal difere do enigmático, do figurativo. Uma frase em sentido figurativo possui uma comunicação particular, por exemplo: se houver um grupo de jovens andando de skate, usando gírias, e um deles disser “o seu salto foi muito louco, cara”, essa frase em sentido figurativo faria todo sentido para descrever algo que é radical ou maneiro, mas a frase em sentido literal quer dizer que o salto que ele fez sofre de problemas psicológicos.

Alguns exemplos de frases que possuem o sentido literal são:

– Fui ao banco depositar um dinheiro;

– Esqueci as chaves na casa da minha tia;

– Encontrei hoje um amigo de infância qual não via há mais de 20 anos;

– Apanhei algumas flores no jardim e coloquei no vaso que fica na mesa da cozinha.

Note que todas essas frases tem um sentido direto, ou seja, não é necessário entender um contexto, situação ou particularidade para compreender o que se diz.

Uma tradução literal, por outro lado, inclui cada uma das palavras do texto original e, sempre que seja possível, na mesma ordem. O tradutor, por conseguinte, não tem a possibilidade de colocar a sua subjectividade nem o seu talento ao serviço do seu trabalho, pois está limitado a realizar uma tarefa de mera reprodução em termos de gramática e de vocabulário.

É comum o uso do termo “em tradução literal” quando se deseja descrever que um texto é reproduzido exatamente como é, palavra por palavra. Um exemplo seria quando se tem um texto em inglês e realiza-se uma tradução dele exatamente como está, ou seja, uma tradução literal.

Há traduções literais que perdem o sentido: “I’ll call you back” é uma expressão inglesa cuja tradução literal seria algo do género “Chamar-te-ei para trás” quando a tradução correcta seria “Telefonar-te-ei de volta”. Sendo esta uma expressão não literal, a interpretação não pode ser feita ao pé da letra. Os tradutores automáticos têm por base precisamente as traduções literais, daí, muitas das vezes, não resultarem.

Assim, a tradução literal muitas das vezes resulta num texto que perde o seu sentido, mas em outros casos resulta em textos que geram certo desconforto, por exemplo:

– No português é comum dizer “quero um hambúrguer quando se vai até uma lanchonete, logo, se faria a tradução literal para o inglês como “i want a hamburger”, mas a tradução literal para o inglês soaria rude, já que “want” serve mais para expressar desejo, algo que anele. Logo, a tradução deverá ser adaptada.